• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Ministério da Defesa

FX-2: Nota do Ministério da Defesa Sobre o anúncio

Por João Pedro Sá Teles      |     18/12/2013 às 20:00

FX-2: Amorim anuncia vencedor de programa para compra de novos caças
Brasília, 18/12/2013 – O ministro da Defesa, Celso Amorim, anunciou nesta quarta-feira o vencedor da concorrência internacional para a aquisição de novos caças multimissão para a Força Aérea Brasileira (FAB).

Na companhia do comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, Amorim revelou a decisão do Governo Federal pela aeronave Gripen-NG, do consórcio liderado pela fabricante sueca Saab.

Participavam também da etapa final da disputa o caça francês Rafale (Dassault) e o norte-americano F-18 (Boeing). O anúncio foi feito em entrevista coletiva realizada no final da tarde, na sede do Ministério da Defesa.

Segundo Celso Amorim, a vitória do caça sueco no Programa F-X2 deu-se por questões de caráter técnico. “A escolha foi objeto de estudos e ponderações muito cuidadosas e levou em conta performance, transferência efetiva de tecnologia e custos não só de aquisição, como de manutenção. A escolha se baseou nesses três fatores”, disse o ministro.

Pesaram também na escolha, segundo o brigadeiro Juniti Saito, aspectos relativos às contrapartidas comerciais (offsets) oferecidas pela proposta da Saab, de acordo com o disposto na Estratégia Nacional de Defesa (END). “Temos várias indústrias que se ofereceram para contribuir ao desenvolvimento do caça. Ao fim do desenvolvimento, teremos acesso a toda a tecnologia do avião”, afirmou o comandante da FAB.

Na avaliação da Força Aérea, o Gripen-NG destaca-se pela tecnologia de ponta, com avançado sistema de sensores e fusão de dados, características que proporcionam ao piloto um quadro completo e preciso do cenário de emprego.

A nova aeronave multimissão foi projetada para controle do ar, defesa aérea, reconhecimento aéreo, ataques ar-solo e ar-mar.

Segundo a FAB, a aquisição do caça sueco lhe permitirá enfrentar ameaças em qualquer ponto do território nacional com carga plena de armas e combustível.

A oferta vencedora engloba o fornecimento de 36 aeronaves. Os investimentos são da ordem de US$ 4,5 bilhões, em um cronograma de desembolso que se estenderá até 2023.

A primeira aeronave tem previsão de chegada em torno de 48 meses após a assinatura do contrato de financiamento, que deve ocorrer em dezembro de 2014.

, , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.