• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Força Aérea

DECEA celebra parceria com Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA)

Por Anderson Gabino      |     23/06/2014 às 13:19

Foto2Centr.Cl.Traf.

“Era nosso desejo que a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês), estivesse presente no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA). Hoje é realidade a presença de estrangeiros em viagem por todo Brasil”.

A frase é do Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Rafael Rodrigues Filho, ao celebrar a parceria entre o DECEA e a IATA, no CGNA.

A Associação representa cerca de 240 companhias aéreas, que respondem por 84% do tráfego aéreo global. Há aproximadamente três meses, a Associação mantém representantes na sala de decisão colaborativa do CGNA.

DECEA IATA

Desde o dia 5 de junho, na Sala Master de Comando e Controle, em estrutura criada para atender as demandas de tráfego aéreo em função da Copa do Mundo Fifa 2014.

Em visita no dia 18 de Junho, ao Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea, o vice-presidente da IATA para as Américas, Peter Cerda, e o Diretor Geral Brasil, Carlos Ebner, conheceram a Sala Master e o Salão Operacional, que faz o gerenciamento do fluxo do tráfego aéreo no Brasil.

Peter Cerda apontou resultados positivos na operação, com segurança e acessibilidade. “Os voos internacionais estão crescendo, as pessoas estão conectadas pelo mundo. O Brasil é importante neste contexto global”, descreveu.

SM-4

De acordo com dados da IATA, em 74 dias operando na sala de decisão colaborativa, houve economia significativa de combustível, diminuição de atrasos e diminuição no tempo de espera, tornando os voos mais eficientes.

O Diretor no Brasil, Carlos Ebner, esclareceu que esta coordenação, do gerenciamento do fluxo e da decisão colaborativa, trouxe benefícios ao passageiro. “Temos voos longos, de mais de 12 horas, ao amenizarmos o impacto de um atraso, por exemplo, reduzimos o nível de desconforto do passageiro. Isto já ajudou muitos estrangeiros”, relata.

O Brigadeiro do Ar, Gustavo Adolfo Camargo de Oliveira, ratificou a importância da parceria, e enfatizou que a atuação da Associação com o CGNA traz agilidade às ações, além de dar suporte às empresas estrangeiras.

sala-master-do-Centro-de-Gerenciamento-da-Navegacao-Aerea-do-espaco-aereo-brasileiro-20140605_0002

“O Centro de Gerenciamento de Fluxo traz um novo nível de serviço em operação em todo o mundo. A centralização minimiza ineficiências e traz benefícios para o usuário. A decisão colaborativa é uma forma de lidar com a imprevisibilidade dos elementos do momento. Com a participação de todos é possível tomar a decisão mais coerente para mitigar o problema”, explicou.

Finalizando a visita, os diretores da IATA presentearam o Diretor-Geral do DECEA com a réplica de um avião. “Não podemos ser parte do problema e sim da solução.

É por isso que a presença de representantes da IATA é fundamental para minimizar ao máximo qualquer problema que possa acontecer para as empresas aéreas estrangeiras e para os seus passageiros. Estamos tendo um excelente relacionamento”, afirmou o Tenente-Brigadeiro Rodrigues Filho, em agradecimento a homenagem.

FONTE : DECEA

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.