• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Força Aérea

Força Aérea Brasileira estuda opções para a transição dos Gripen NG até a chegada em definitivo

Por Anderson Gabino      |     15/09/2014 às 11:49

el avin de pruebas gripen ng saab

Até a chegada dos Gripen NG, a Saab propôs uma solução temporária baseada na venda de caças Gripen C / D da Força Aérea Sueca, por meio de leasing ou arrendamento, entre os anos de 2016 e 2018. Com estas aeronaves a capacidade de se poder manter a superioridade aérea e o treinamento da tripulação seriam fornecidos.

Ainda assim consideraria a hipótese de outras opções para fornecer uma capacidade temporária até a data de entrada do Gripen NG e dentre umas oferecidas foi a chamada “Gap Filler” como forma alternativa, aonde se pagaria pelas horas de vôo, em vez de aquirir ou locar tais aeronaves. Esta opção foi anunciada durante o evento recente, a III mostra BID-Brasil (Defesa Base Industrial), realizada em Brasília, depois que membros do Ministério da Defesa e da Força Aérea Sueca tiveram uma reunião.

Gripen E2

Durante este evento foi oferecido esta alternativa alternativa baseada na “compra de horas de vôo.” Assim, a FAB estaria disposto a pagar para usar essas aeronaves durante 1200-1500 horas de vôo por três ou quatro anos para o Primeiro Grupo de Defesa Aérea (GDA) para continuarem a cumprir suas missões de defesa.

A idéia seria de “alugar” de 12 à 16 aeronave, no entanto hoje esse número pode ser reduzido para 8 até 12 aviões, esta diminuição se dá tanto por problemas orçamentários brasileiros, assim como as necessidades atuais da Força Aérea Sueca em relação a tensão com Russia.

Hungarian_Air_Force_Saab_JAS-39C_Gripen_Lofting-2

Os custos ainda são o principal fator do programa, e na verdade a principal vantagem que o Gripen obteve para vencer a licitação brasileira foi o preço, como a proposta econômica Saab ficou muito aquém do Super Hornet da Boeing e do Dassault Rafale.

Informações ventiladas em midias, deram que acordo firmado para a locação ou arrendamento pela FAB seria cancelado por ponca de cortes nos orçamentos e com isso a Força Aérea estaria disposta a desistir da transição do Gripen devido ao alto custo. A questão é urgente porque em dezembro de 2013, os Mirage 2000 C / B 1ºGDA  forma retirados de serviço e em 2017 também irá começar a retirada de serviços das primeiras unidades de F-5 EM / FM.

Gripen NG Fighter Jet Plane (12)

       |        TAGs: , , , ,

Recomendados para você

Comentários

FOTOS

mg_0884

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

musal-portoes-abertos-2015-14

“Portões Abertos 2015″ do Museu Aeroespacial

svqvq-copy

Voando com o Esquadrão Adelphi

SOCIAL

©Copyright 2014-2015 - MIG20 Publicações. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.