• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Internacional

Australia estuda implantar os F-35B aos seus navios LHD Camberra e Adelaide

Por Anderson Gabino      |     23/05/2014 às 11:28

F 35 B

O ministro da Defesa australiano David Johnson anunciou que o  governo estuda a possibilidade de implantar o F-35B, na versão STOVL em seus navios LHD , com base no navio de projeção estratégica do estaleiro espanhol Navantia.

O ministro reconheceu que, embora este seja um avião mais caro e menos poderoso do que outras plataformas embarcadas, seria uma escolha interessante para o seu país, considerando que o convés de vôo é suficientemente robusto para operar até seis dessas aeronaves simultaneamente.

Embora esta escolha implique em desafios técnicos adicionais, o ministro confirmou que poderia ser abordado, se for considerado viável, assim as LHD Camberra e Adelaide, teriam uma capacidade de poder aéreo sem precedentes.

canberra-01

A Austrália está seguindo na mesma linha de raciocínio da Armada Espanhola, cuja busca é ter uma combinação de avião e navio para substituir as unidades aérea que contam com os velhos Harrier, embora que a situação do orçamento atual não permita que a Marinha tenha uma aeronave de reconhecimento e, especialmente um segundo navio LHD, mas isso se torna um dos objetivos para o futuro.

É bom lembrar que a Austrália, assim como a Espanha, decidiram incluir no projeto de suas LHD, uma Sky Jump na proa, embora que inicialmente os navios seriam equipados apenas com helicópteros, mas no entanto, esta rampa teria no futuro condições de operar aeronaves de decolagem curta como o Harrier ou o F-35B.

SHIP_LHD_Canberra_Class_Concept_Cutaway

Desta forma, você pode entender a cooperação que vem sendo mantida pelas marinhas de ambos os governos,em um programa hipotético de integração  formado por um navio que os dois países já operaram e uma aeronave prevista para operar no futuro.

A Austrália faz parte do grupo industrial que fabrica o F-35, ela possui um pedido de compra para estas aeronaves, sendo que as duas primeiras deverão chegar a Austrália em 2018, de um lote de 14 aeronaves ja aprovadas pelo congresso, mas ainda não foi formalizada a compras do lote.

Dados os problemas identificados no programa e atrasos acumulados, este lote de 14 aeronaves podem não estarem prontos em um esquadrão operacional até 2021 e as ordens para outra aeronave poderia ser prorrogado até 2030, quando que os F-18 operados atualmente teriam seu ciclo de vida finalizados.

F 35 B..

O governo australiano chegou a anunciar a intenção de comprar até 72 aviões F-35 em sua versão convencional F-35A, mas esse pedido poderia ser reestruturado em favor de uma certa quantidade de F-35B.

Este, porém, exigiria simuladores adicionais, peças sobressalentes e outras complicações ao plano da cadeia de suprimentos que já é complexo. O F-35B é a versão curta de decolagem e pouso vertical projetado especialmente para uso de navios porta-aviões, ao estilo do Harrier

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.