• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Internacional

Turquia estende prazo para entrega de propostas do programa T-LORAMIDS

Por Anderson Gabino      |     03/09/2014 às 11:56

sam_1010

A SSM (Savunma Sanayii Mustesarligi – Subsecretária de Industria de Defesa) da Turquia postergou o prazo para que as três empresas que hoje concorrem ao programa T-LORAMIDS (Turkish Long Range Air and Missile Defence System) que visa fornecer às Forças Armadas Turcas um sistema móvel de defesa anti-aérea de longo-alcance possam submeter as suas propostas atualizadas.

Esta já é a quarta vez que a organização toma a decisão de estender o prazo motivando um sério atraso na implementação do programa. Os fabricantes EUROSAM, Raytheon/Lockheed Martin e China Precision Machinery Import-Export Corporation (CPMIEC) terão agora até o próximo dia 31 de Dezembro para submeterem as suas ofertas finais.

HQ-12-TELs+H-200-Engagement-Radar-1S

A primeira formada pelas empresas Thales e MBDA propôs o sistema SAMP/T (Sol-Air Moyenne Portée/Terrestre) hoje operado pela Força Aérea Francesa e Exército Italiano; a CPMIEC participa com o sistema HQ-9/FD-2000; e o consórcio formado pelas empresas Raytheon e Lockheed Martin oferece o PAC-3 (PATRIOT Advanced Capability 3) já adquirido pelos Estados Unidos, Holanda, Alemanha, Emirados Árabes Unidos, Japão, Taiwan, Kuwait e o Reino da Arábia Saudita e possivelmente Israel.

Em Setembro de 2013, as autoridades Turcas decidiram iniciar um processo de negociações com a CPMIEC que logo motivou fortes críticas por parte dos membros da OTAN e individualmente por altos representantes de alguns países da aliança. Logo depois, a Turquia optou por modificar a sua ideia original permitindo às empresas rever as suas propostas iniciais.

Patriot_missile_launch_b

O SAMP/T incorpora o míssil MBDA Aster 30 Block 1 e o radar Thales Air Systems ARABEL (antenne radar balayage electronique), e o PAC-3 o míssil Raytheon Integrated Defense Systems MIM-104F e o radar Lockheed Martin Missiles and Fire Control AN/MPQ-65.

Seis baterias de sistemas PAC-3 da Alemanha, Estados Unidos e Holanda asseguram presentemente a defesa da Turquia contra possíveis mísseis provenientes do território Sírio. A Holanda anunciou que retirará as suas duas baterias no final de Janeiro de 2015.

, ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.