• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Marinha

Fragata “Greenhalgh” suspende da Base Naval do Rio de Janeiro para participar da Operação “Fraterno-XXXII”

Por Anderson Gabino      |     12/08/2014 às 9:38

Pouso do Helicóptero UH12 13 “Esquilo” na Fragata “Greenhalgh”

No dia 8 de agosto, a Fragata “Greenhalgh” desatracou da Base Naval do Rio de Janeiro, em Niterói (RJ), para participar da Operação bilateral “Fraterno-XXXII”, que acontece entre a Marinha do Brasil (MB) e a Armada da República Argentina (ARA), no período de 15 a 25 de agosto, na área marítima próxima ao Porto Belgrano, Argentina.

A Operação “Fraterno-XXXII” tem como objetivo contribuir para a manutenção do nível de adestramento dos meios da Esquadra Brasileira e da Armada Argentina, por meio da realização de exercícios de nível básico e avançado, contribuindo para o incremento da interoperabilidade entre as Marinhas dos países participantes e no aperfeiçoamento do preparo e emprego do Poder Naval, além de estreitar os laços de amizade e de confiança mútuas existentes entre o Brasil e a Argentina.

Fragata Greenhalgh 2

A Operação será composta por dois Grupos-Tarefa (GT), o brasileiro capitaneado pelo Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante José Augusto Vieira da Cunha de Menezes, e o argentino será capitaneado pelo Capitão-de-Navio Zenón Nicolás Bolino.

Durante a comissão, serão empregados 304 militares da MB, a Fragata “Greenhalgh”e uma Aeronave UH 12/13 “Esquilo”. Da Argentina, serão empregados o Navio Contratorpedeiro “La Argentina”, a Corveta “Espora” e a Corveta “Rosales”, bem como o Submarino “Salta”, além de aeronaves. A Fragata brasileira atracará em Porto Belgrano, em 15 de agosto, para dar início à Operação.

Fragata Greenhalgh

, , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.