• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Marinha

Rio Grande tem condições de construir navios para a Marinha, afirma comandante do 5º DN

Por Anderson Gabino      |     13/11/2014 às 10:31

Vice almirante Puntel

O comandante do 5º Distrito Naval (5º DN), vice-almirante Leonardo Puntel, disse que Rio Grande possui todas as condições para construir e realizar a manutenção de navios para a Marinha. A declaração foi feita nesta quarta (11), quando o militar palestrou na reunião de diretoria da Câmara de Comércio. Também estiveram presentes no evento a reitora da Furg, Cleuza Maria Sobral Dias, e o vice-reitor Danilo Giroldo.

A indagação sobre a possibilidade da construção de navios da Marinha no Polo Naval local foi do presidente da Câmara de Comércio, Renan Lopes. O vice-almirante respondeu que há a possibilidade. “A Marinha vai lançar licitações de projetos que já existem e, com certeza, nossos estaleiros poderão concorrer, revelou o vice-almirante.

Esses projetos, segundo Puntel, referem-se à construção de 27 navios-patrulha de 500 toneladas e 4 corvetas de 2.700 toneladas. Qualquer estaleiro poderá concorrer nas licitações que serão feitas e Rio Grande tem todas as possibilidades, afirmou o comandante do 5º Distrito Naval.

5º_Distrito_Naval_da_Marinha_do_Brasil

De acordo com o vice-almirante, a Marinha conta, em Rio Grande, com 2 mil militares, além dos que estão na reserva. Contando os dependentes desses militares, são cerca de seis mil pessoas que movimentam uma soma expressiva em salários na cidade.

O comandante do 5º DN falou também da importância da utilização da hidrovia no Rio Grande do Sul. Trata-se de um transporte barato, eficiente, muito utilizado no passado e é uma hidrovia natural, que praticamente não precisa de dragagem. Hoje não exploramos nem 2% do movimento verificado nas hidrovias americanas, mas com ela a economia e a atividade da navegação irão melhorar. Para a Marinha, o impacto é positivo. Ela está pronta e há anos estamos perdendo a oportunidade de uso dessa malha hidroviária.

Puntel falou sobre as atribuições e atividades do 5º Distrito Naval, que tem jurisdição sobre os três estados do Sul. Disse que em breve a Estação Naval do Rio Grande será transformada em Base Naval e que mais embarcações da Marinha ficarão baseadas em Rio Grande.

estaleiro-rio-grande

Para o futuro, Puntel informou que estão previstos no 5º Distrito Naval dois rebocadores de alto-mar, um dique flutuante (para reparos de embarcações, que hoje são feitos no Rio de Janeiro), dois navios patrulha de 1.800 toneladas, cinco navios patrulha de 500 toneladas, dois navios hidroceanográficos balizadores, quatro helicópteros de médio porte de emprego geral e cinco helicópteros de pequeno porte de emprego geral. Além disso, o Ambulatório Naval irá evoluir para uma Policlínica Naval.

O vice-almirante Leonardo Puntel também falou sobre o projeto de construção do submarino a propulsão nuclear brasileiro. Em 2008, o Brasil fez um acordo com a França para construção, no país, de quatro submarinos convencionais e um com propulsão nuclear. A França será parceira somente na construção do submarino, mas a área nuclear será 100% nacional e já está em desenvolvimento.

O submarino nuclear é o elemento mais eficaz para defender nossa Amazônia Azul. O Governo entendeu essa necessidade e o projeto ganhou um impulso muito grande. O submarino não terá equipamentos nucleares, porque o Brasil assinou o tratado de não proliferação de armas atômicas, mas ele será de propulsão nuclear, concluiu o Comandante do 5º Distrito Naval.

FONTE : Jornal Agora

       |        TAGs: , , ,

Recomendados para você

Comentários

FOTOS

mg_0884

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

musal-portoes-abertos-2015-14

“Portões Abertos 2015″ do Museu Aeroespacial

svqvq-copy

Voando com o Esquadrão Adelphi

SOCIAL

©Copyright 2014-2015 - MIG20 Publicações. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.