• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Ministério da Defesa

Esquadrilha da Fumaça entusiasma público de 22 mil pessoas no desfile de 7 de setembro

Por Anderson Gabino      |     07/09/2014 às 19:59

7_inter3

Com duas passagens pela Esplanada dos Ministérios, a Esquadrilha da Fumaça foi o ponto alto do desfile de 7 de Setembro deste domingo, em Brasília (DF). As cerca de 22 mil pessoas presentes na celebração pela Independência do Brasil puderam conferir as manobras das novas aeronaves Super Tucano – recém-incorporadas à Força Aérea Brasileira (FAB).

Pintados de verde, amarelo e azul, os aviões encerraram a formatura com a escrita “Pátria Amada Brasil” no céu azul da capital federal.

A comemoração teve início às 9h, quando já se podiam ouvir as sirenes dos batedores que escoltavam a presidenta da República, Dilma Rousseff. Três minutos depois, a dirigente aparecia para o público a bordo do tradicional carro Rolls Royce da presidência.

Logo após, foi recebida pelo vice-presidente Michel Temer; pelo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz; e pelo ministro da Defesa, Celso Amorim.

Em seguida, a plateia entoou os hinos Nacional e da Independência. Foi nessa momento que o pequeno João Victor, de apenas 7 anos, chamou a atenção pela posição de respeito ao cântico. Morador do Núcleo Bandeirante (cidade do DF) estava em uma das arquibancadas acompanhado de familiares. Era a primeira vez que ele assistia à festa. “Estou achando bom”, disse.

Dentro de uma moderna viatura Guarani, do Exército, o comandante militar do Planalto, general Racine Bezerra Lima Filho pediu autorização à presidenta para começar o desfile cívico-militar (foto abaixo).

Depois, foi a vez da ginasta Flávia Saraiva, de 14 anos, entrar com o Fogo Simbólico da Pátria. A atleta foi medalha de ouro dos Jogos Olímpicos da Juventude, realizado na China, no mês passado.

7_inter1

Presença garantida todos os anos, o grupamento de ex-integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), os famosos pracinhas, arrancou aplausos do público. Além deles, desfilaram oficiais e praças que atuaram em missões de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) – os boinas azuis.

Marinha, Exército e FAB abrilhantaram a solenidade com tropas a pé e modernos carros e aeronaves. As mulheres foram destaque e entusiasmaram os presentes ao desfilar pela Esplanada. Atualmente, as Forças Armadas contam com 22 mil oficiais e praças femininas em suas fileiras.

7_inter4

Alunos da Escola Naval, Academia Militar das Agulhas Negras e Academia da Força Aérea também se apresentaram. A Marinha trouxe as enormes viaturas Lagarta Anfíbio, usadas em operações de ocupação de território a partir de meio aquático, e um efetivo de Fuzileiros Navais.

O Exército trouxe tropas uniformizadas com as fardas de combatente de caatinga, montanha, selva, paraquedismo e defesa biológica, química, radiológica e nuclear (DBQRN).

A Força Aérea, além dos Super Tucano, apresentou 47 aviões ao longo da celebração. O desfile aéreo contou com caças, cargueiros Hércules, Tucanos e aeronaves de patrulha e transporte. Homens, mulheres, meninos e meninas alçaram os olhos ao céu para admirar a robustez dos veículos aéreos.

Na parte motorizada, estiveram presentes os blindados Urutu, Cascavel, Piranha, viaturas Marruá e o lançador de foguetes do sistema Astros 2020. Muito esperadas e aplaudidas foram as passagens da pirâmide humana do Batalhão de Polícia do Exército e o desfile hipomóvel, com militares a cavalo.

Morador de Jaboatão dos Guararapes (PE), o ex-militar Daniel Valdevino de Araújo, de 68 anos achou “ótimo” o evento e era um dos que assitia com empolgação a formatura. Desde maio na capital federal para resolver problemas pessoais, ele contou que serviu no Grupamento de Fuzileiros Navais em Recife (PE), quando exerceu a função de taifeiro (serviços gerais). Atualmente ele é aposentado pela Marinha Mercantil.

7_pequena1

Acompanharam as festividades deste domingo os comandantes da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto; do Exército, general Enzo Martins Peri; e da FAB, brigadeiro Juniti Saito. A Independência do Brasil foi declarada por Dom Pedro I em 7 de setembro de 1822 às margens do córrego Ipiranga, em São Paulo (SP).

7_inter2

7 set 2014.27 set 2014

, , , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.