• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Ministério da Defesa

Governos do Brasil e do Chile visam fortalecer o intercâmbio entre as suas Marinhas e Exércitos

Por Anderson Gabino      |     08/09/2014 às 21:23

140905_defensa_ministro_ministerio-defensa-chile

Os Ministros da Defesa do Brasil Celso Amorim, e do Chile Jorge Burgos, realizaram uma reunião de trabalho em Brasília no final de agosto, com o objetivo de aprofundar o relacionamento e a cooperação entre os dois países na área militar.

A reunião analisou as várias medidas que os dois países decidiram criar a promover com as relações bilaterais de defesa. Entre outros assuntos, eles concordaram em ampliar a cooperação no desenvolvimento de pesquisas científicas na Antártida; fortalecer o intercâmbio e a doutrina de emprego dos submarinos convencionais Scorpene, que é um ponto de particular importância para Brasil, que está em fase de construção de quatro submarinos desse modelo, enquanto a Marinha do Chile opera duas destas unidades; e trabalhar na formação e no emprego dos tanques Leopard 1 que estão em serviço hoje nos dois exércitos.

82B

Eles também revisaram o status da agenda regional e concordaram com a importância de reforçar ainda mais o Conselho Sul-Americano de Defesa (CDS) da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) para construir uma visão comum de defesa regional.

Nesta linha, bem como destacou a criação da Escola de Defesa da América do Sul (ESUDE ), que avaliou as realizações dos CDS em matéria de direitos humanos, transparência nos gastos militares, a promoção de medidas de confiança e o estabelecimento progressivo de uma base industrial de defesa sul-americana.

Eles também concordaram em promover a criação de um Comité Consultivo Permanente Consultivo sobre os CDS , compostos por representantes dos Ministérios da Defesa da América do Sul .

IMG_7461

Brasil pode vir a fazer parte da Força de Paz Cruz del Sur

Quanto às operações de paz, os dois ministros reiteraram o compromisso de seus países para o sucesso da Missão de Estabilização no Haiti das Nações Unidas (MINUSTAH) e foram feitas consultas a Argentina para que o Brasil possa a vir se juntar como um terceiro membro da Força de Paz Conjunta Combinada Cruz del Sur .

Cruz del sur

Os dois Ministros também concordaram em instituir o Grupo de Trabalho Bilateral de Defesa para preparar e desenvolver planos concretos para a implementação de acordos nas áreas de militar, indústria naval e aéreo, incluindo projetos conjuntos; defesa cibernética; experiência em operações de paz em África ; intercâmbio acadêmico entre instituições e equipes; treinamento de pessoal; exercícios navais e aéreos e ações conjuntas em monitoramento de eventos meteorológicos e climatológicos de natureza extrema.

Tendo em vista as boas relações bilaterais dos dois países decidiram estabelecer um mecanismo anual Ministerial Político de Consulta de Defesa Responsável , a fim de que o diálogo entre Brasil e Chile é do mais alto nível nesta área.

       |        TAGs: , , , , ,

Recomendados para você

Comentários

FOTOS

mg_0884

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

musal-portoes-abertos-2015-14

“Portões Abertos 2015″ do Museu Aeroespacial

svqvq-copy

Voando com o Esquadrão Adelphi

SOCIAL

©Copyright 2014-2015 - MIG20 Publicações. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.