• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Mercado & Indústria

Empresas europeias se unem para desenvolver nova geração de drones

Por   

uav

 

As principais indústrias europeias estão prontas para desenvolverem uma nova geração avançada do UAS. Após uma conversa para o desenvolvimento de um novo drone Europeu no ano passado, durante o Paris Airshow, as três empresas aeronáuticas europeias já concordaram com os detalhes para um trabalho em conjunto.

A Airbus Defence and Space, a Dassault Aviation e a Alenia Aermacchi, uma empresa do grupo Finmeccanica, apresentaram uma proposta aos Ministério da Defesa da França, Alemanha e Itália. A oferta propõe uma fase de definição, que já foi preparada pelas equipes de desenvolvimento em conjunto da Airbus Defence and Space, Dassault Aviation e Alenia Aermacchi e que é apoiada por um acordo industrial em Workshare e um acordo de cooperação para iniciar o programa MALE 2020.

A fase de definição prevê que as três nações definam e ajustem as suas necessidades para o desenvolvimento, juntamente com as suas forças armadas e da indústria europeia. A fase de definição também serve para evitar desenvolvimentos adicionais onerosos durante a produção e reduzir os riscos financeiros e de desenvolvimento a um mínimo.

Com um compromisso das nações sobre o desenvolvimento do UAS Europeu, o qual será feito após a finalização desta fase de definição: o plano das Indústrias leva a uma solução acessível e certificado até 2020.

Bernhard Gerwert, CEO da Airbus Defence and Space disse: “Chegamos a um marco importante para o desenvolvimento de um Drone europeu. A necessidade de nossas forças armadas é indiscutível. Estamos muito motivados para continuar nossas discussões com os Ministérios da Defesa e tão ansiosos para darmos este primeiro passo em breve “.

Eric Trappier, CEO da Dassault Aviation, disse: “É uma oportunidade única desenvolver na Europa esta capacidade estratégica, e para a indústria será a primeira vez que se dará início a uma projeto tendo um pleno acordo sobre o Workshare geral do programa MALE 2020. A proposta para a fase de definição tem sido elaborada junto com as equipes de design em comum e, portanto, demonstra o forte compromisso da nossa indústria para este programa. “

Giuseppe Giordo, CEO da Alenia Aermacchi, disse: “Nós identificamos uma oportunidade clara para as forças armadas em tirar proveito de uma capacidade de soberania ISTAR avançada para lidar com as necessidades futuras de alto nível. Agora é a hora de conduzirmos a tecnologia e garantir a capacidade da Europa em construir a próxima geração de sistema militares aéreos, e assim manter talentos e experiência em nossa indústria. “

Vários países europeus já anunciaram as suas exigência para os sistemas aéreos não tripulados. Logo após os resultados na Cimeira em dezembro de 2013, a Cúpula de defesa da União Européia observaram uma necessidade urgente nestes tipos de UAS. As conclusões do Conselho Europeu de reconhecer o desenvolvimento de um UAS , é fundamental para a defesa europeia.

À luz de uma dependência cada vez maior de países europeus em equipamentos de defesa não-europeu,as maiores empresas militares da Europa de aviação começaram em junho de 2013 um apelo conjunto para sustentar as capacidades-chave e, portanto, a soberania do continente na construção do futuro da aviação militar.

Os maiores fabricantes da Europa de aeronaves militares, optaram com um caminho em comum para a produção do UAS MALE (Medium altitude – long endurance). O Programa foi proposto durante o Paris Airshow 2013, e os três parceiros estão confiantes no valor de sua proposta e estão prontos para seguir em frente com o projeto.

Sobre MALE 2020

O Projeto MALE 2020 prevê o desenvolvimento de um Sistema Aéreo Europeu não tripulados para missões de longo alcance em altitudes de voo médio (MALE).

Além de ser uma resposta às necessidades das forças armadas europeias, que levará em conta a necessidade de otimizar a difícil situação orçamental através de financiamento, de investigação e desenvolvimento.

Com será um desenvolvimento exclusivamente europeu, os requisitos críticos em torno da certificação dos drone, serão inerentemente e incorporados ao programa desde o início. O projeto MALE 2020 terá o desenvolvimento de altas tecnologias e contribuirá para sustentação de vários empregos na Europa .

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Temporada hípica da EsEqEx

Dia do Exército – 1ª DE

Campeonato de salto do Exército Brasileiro

©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.