• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Mercado & Indústria

Omnisys renova amplo contrato com a FAB para manutenção de radares de tráfego aéreo e defesa aérea

Por Anderson Gabino      |     04/09/2014 às 9:00

Foto1OmnisysSumarII.

A Omnisys, empresa brasileira de alta tecnologia sediada em São Bernardo do Campo (SP), e o Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) firmaram a renovação do contrato do programa Sumaré II, que abrange a manutenção e suporte técnico dos equipamentos instalados no parque de radares do Departamento de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (DECEA).

O contrato inclui os serviços relativos a cerca de 120 radares de vigilância do espaço aéreo – englobando aplicações civis e militares ? e radares secundários monopulso, radares primários de controle de área terminal e radares primários de vigilância em rota (banda L), estes últimos fabricados pela Omnisys na sua sede em São Bernardo do Campo. Tal atividade abrange os radares dos principais aeroportos nacionais, entre eles os cinco mais movimentados: Congonhas, Guarulhos, Brasília, Galeão e Santos-Dumont.

Com inicio em 2012, o programa Sumaré II compreende, além dos serviços de manutenção corretiva de cartões e módulos eletrônicos dos radares, as atividades de gerenciamento logístico, suporte técnico em campo e cursos de capacitação técnica.

O LP23SST é um radar modular concebido para aplicações de vigilância do espaço aéreo para o controle aéreo civil e para a defesa aérea. O equipamento possui um alcance de 370km com opção de extensão para 463km, podendo ainda ser equipado de um canal meteorológico e de uma função altimetria.

O radar pode operar na configuração totalmente autônomo ou associado a um radar secundário ou em operação em modo S com os dados de saída do radar sendo configurados em todos os formatos possíveis de protocolos de comunicação.

FONTE : ASAS

, , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.