• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Força Aérea

Pilotos do Esquadrão Gavião aprendem técnicas de ataque no exercício Gavião de Fogo

Por   

Foram duas semanas de trabalho intenso para repassar aos 21 futuros pilotos de asas rotativas as instruções sobre emprego de armamento. O objetivo do Exercício Gavião de Fogo foi cumprido com sucesso, no Centro de Treinamento da Força Aérea Brasileira, em Maxaranguape (RN). Depois das aeronaves H-50 Esquilo municiadas com cartuchos calibre .50, a rotina dos estagiários era pilotar até o estande de tiro. Eles faziam sobrevoos no alvo, que fica a aproximadamente 33 metros (100 pés) de distância.

Os estagiários precisavam conciliar as técnicas de pilotagem com o emprego do armamento. Os tiros foram feitos no pairado e em movimento. Já os foguetes SBAT 70 foram disparados somente em movimento. Para fazer o controle do tráfego aéreo da região, duas torres coordenadas por instrutores faziam as autorizações dos voos e empregos armados. Conhecida por crupiê, a torre também é responsável pela contabilidade dos acertos de cada bombardeio. “É a oportunidade deles terem contato com o armamento aeronáutico e, além disso, aplicar os parâmetros de emprego numa aeronave mais simples, que é o H-50.

Para que eles consigam evoluir para outras aeronaves, como o Black Hawk, para fazer missões de defesa aérea”, orienta o Capitão Allan Ferreira dos Santos. “A gente não tinha noção de como era fazer e, quando começamos, muitos colegas já despertaram o desejo de ir pra um esquadrão de emprego armado. Foi uma experiência muito boa”, afirma o estagiário Luiz Fernando Chuaste Amaral, do Esquadrão Gavião (1º/11º GAV).

, , , , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Temporada hípica da EsEqEx

Dia do Exército – 1ª DE

Campeonato de salto do Exército Brasileiro

©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.