RSS
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • RSS

Geopolítica

Ucrânia quer recuperar o controle do tráfego aéreo sobre o Mar Negro

Por   

Kiev quer recuperar controle de tráfego aéreo sobre o Mar Negro © AFP 2015/ Daniel Mihailescu

A Ucrânia planeja retomar o monitoramento e o controle de tráfego aéreo sobre o Mar Negro no âmbito da adesão da Ucrânia ao programa da OTAN sobre a segurança aérea regional,  No entanto, ela não pretende gastar nem um centavo com este projeto, relatou assim aos jornalistas ucranianos o Chefe da Missão da Ucrânia junto a OTAN, Egor Bozhok.

“A fim de retomar a plena capacidade de controlo do espaço aéreo e segurança, no futuro próximo vamos começar um projeto piloto sobre a adesão da Ucrânia ao programa da OTAN sobre a segurança aérea regional. Já houve várias visitas de peritos, que determinaram o objeto a ser ligado a este sistema”, disse Bozhok. O diplomata salientou que, no âmbito do programa, a Ucrânia “não vai gastar um centavo do seu próprio dinheiro”, os aliados vão assumir todos os gastos.

Mais cedo, a Ucrânia introduziu sanções contra companhias aéreas russas, proibindo realizar voos de trânsito, transporte de passageiros e recursos. Mas a Ucrânia não notificou nem as autoridades aéreas russas nem internacionais sobre as restrições aéreas. Na semana passada, as autoridades ucranianas introduziram sanções contra 25 companhias aéreas russas, duas das quais já não existem.

A lista das sanções inclui as maiores transportadoras russas, inclusive a Aeroflot, a Transaero e a Sibir. Foi proibido completa ou parcialmente a estas empresas transportar passageiros e cargas no espaço aéreo ucraniano, bem como realizar voos de trânsito.

FONTE: Sputniknews

Fonte | Fotos: operacional

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Formatura do Treinamento Específico de Auxiliar de Precursor

Dia Internacional do Peacekeeper no CCOPAB

Temporada hípica da EsEqEx

©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.