• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Força Aérea

MUSAL Air Show reúne mais de 60 mil no Rio

Por   Bruno Cilento | Equipe Aero Arte

O Museu Aeroespacial do Campo dos Afonsos realizou no ultimo fim de semana, a 2ª edição do MUSAL AIRSHOW. O tradicional show aéreo foi organizado em comemoração ao dia do aviador,  23 de outubro de 1906, quando Alberto Santos Dumont desafiou a todos com o maior de seus feitos. O 1º voo de um objeto mais pesado que o ar, impulsionado por meios próprios e que sobrevoou uma distancia de 60 metros, a 3 metros de altura do chão, conquistando assim a taça Archdeacon e fazendo todos os presentes no Campo de Bagatelle irem à loucura com o inventor brasileiro.

Já por aqui, as loucuras ficaram por conta das acrobacias aéreas que fizeram das festividades, um atrativo a mais. Apesar de a previsão meteorológica alertar para uma frente fria durante toda a semana, com grande instabilidade e chuva, o sábado iniciou com sol, que se manteve firme e forte durante todo o dia, permitindo assim que grandes nomes da aviação acrobática brasileira pudessem se apresentar no grande palco azul celeste, arrancando gritos de apreensão e surpresa do publico presente.

Aeronaves como o russo YAC-52, um Pitts S2, um Boeing Stearman, o NA T-6 amarelão da Helisul e um RV-8 do comandante Ferrari fizeram um show de acrobacias e rasantes de tirar o folego.

O publico também pôde tomar aquele susto com a saída de surpresa das 5 aeronaves da Esquadrilha Céu, que vieram por trás do hangar do MUSAL e dali, já deram inicio a apresentação acrobática.

No interior do museu, o visitante curtiu os estandes de exposição como guarda municipal, escolas de comissários e pilotos, falcões Salto livre e o da equipe CEPAR (Centro de Preservação de Aves de Rapina). A equipe conta com veterinários, biólogos, adestradores, além de mais de 30 aves, 2 cães de caça e uma infra estrutura de qualidade, permitindo assim que a equipe desenvolva seus serviços em parceria com o Aeroporto o Galeão, no controle de aves e pragas que oferecem risco à segurança aeroportuária.

Um espaço KIDs foi desenvolvido pela equipe de educação do MUSAL em parceria com o SESC, enquanto no palco externo, a criançada também pôde curtir às apresentações de Frozem e do palhaço Topetão. Para os adultos, apresentações musicais também animaram o público. Se apresentaram a cantora Gabi Moura e grupo 100%.

Um dos momentos mais emocionantes do dia não se fez no céu, mas sim representado por um grupo de crianças especiais que acompanhado de seus tutores foi recebido por um dos pilotos da Esquadrilha da Fumaça e levados até o avião, onde puderam tirar fotos. Teve choro, sorriso e a realização do sonho de ver o avião de perto.

No domingo, a chegada da Esquadrilha da Fumaça deixou a todos bastante empolgados. Mesmo com o céu bastante nublado, as apresentações aéreas seguiram sua programação, que em nenhum momento teve brecha ou período sem aeronave em voo, tornando o show aéreo simplesmente perfeito.

Uma aeronave H-36 Caracau se apresentou simulando infiltração e exfiltração de tropa e resgate por rapel e as equipes Falcões e Cometas de salto livre fizeram seus saltos, colorindo o céu do Campo dos Afonsos.

Próximo ao ‘trator voador” P-47 Thunderbolt, o Grupo de Reencenação Monte Castelo e o Grupo de Pesquisa de História Militar Duque de Caxias, apresentavam com uniformes da época e muita simpatia, um pouco da história do 1° Grupo de aviação de Caça e da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial. Um espaço que atraiu muitos visitantes interessados em conhecer um pouco desta valiosa página de nossa história.

As 16h em ponto se deu inicio ao momento mais esperado por todos. A apresentação da Esquadrilha da Fumaça, com todos os seus procedimentos, marcha e equipagem de seus pilotos, a esquadrilha iniciou seu táxi pelo pátio do museu, bem perto do publico, que foi a loucura. Durante as manobras, todos vibraram e se emocionaram com tamanha perícia e profissionalismo dos pilotos do EDA (Esquadrão de Demonstração Aérea).

Após o pouso, recebida por muitos aplausos, a esquadrilha começou a tradicional distribuição de posteres, autógrafos, fotos e interação com as pessoas. Dentre essa manifestação de carinho com os fãs, uma ganhou um destaque especial. Um dos fumaceiros, recebia do publico muito carinho e retribuía com a mesma intensidade, com sorriso, simpatia, caretas pras fotos e poses inusitadamente divertidas. Atitudes dignas de um Líder e sim, tratava-se do Ten. Coronel Marcelo, o #01 da Fumaça que com seu carisma, muito nos fez lembrar de um outro Coronel, também líder da esquadrilha e que era muito conhecido por seu voo e por sua simpatia e carinho com o publico.

Foi um evento que cumpriu com o que se propôs. Um evento familiar, onde os pais podiam acompanhar de longe seus filhos, enquanto estes se divertiam livremente, com a certeza da segurança e liberdade do local. Famílias inteiras em toalhas de piquenique na grama, ou na sombra das diversas tendas espalhadas pelo pátio do museu e até mesmo de baixo de asas das aeronaves em exposição e muita diversão.

, , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Temporada hípica da EsEqEx

Dia do Exército – 1ª DE

Campeonato de salto do Exército Brasileiro

©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.