Comando Conjunto Amazônia atua no combate ao COVID-19

Nesta sexta-feira (17), chegaram de Manaus a bordo de uma aeronave C-105 Amazonas do 1º/9º GAv Esquadrão Arara,  20 militares do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas da Marinha do Brasil, especializados em ações de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN), os quais já realizaram, inclusive, a desinfecção do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes do Amazonas.

Militares do Comando Conjunto Amazônia, constituído pela Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, visando efetivar a participação das Forças Armadas nas ações de apoio aos órgãos de saúde pública e das demais entidades governamentais, que atuam nos estados do Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia, no contexto do esforço nacional para mitigação da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), irão atuar amanhã (18) na de desinfecção do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, em Porto Velho, RO.

A ação, coordenada pela 17ª Brigada de Infantaria de Selva, contará com a participação de militares da ALA-6, da Capitania Fluvial de Porto Velho , do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas,  além de agentes da INFRAERO, SESDEC (Governo de Rondônia), Polícia Militar de Rondônia e Corpo de Bombeiros Militares de Rondônia (CBMRO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *