• Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • RSS
Marinha

IN OMNIA PARATUS, Esquadrão HU-1 completa 54 anos de operações

Por   

_MG_3164

Criado em 5 de junho de 1961, pelo aviso ministerial Nº 1003, teve sua ativação em 17 de abril de 1962, com o recebimento de três helicópteros Westland-Sikorky WS-55 Whirlwind e dois Westland-Sikorky WS-51 Widgeon. Por mais de meio século este Esquadrão vem operando com brilhantismo. Seu pioneirismo simbolizado pela estrela em seu brasão foi muito mais além, destaca-se o primeiro pouso a bordo do Contratorpedeiro Mariz e Barros ocorrido em 1975, dotando nossos navios escoltas de um vetor aéreo capaz de lançar torpedos antissubmarino.

M043-f18

Já pelo idos de 1979, foi recebido o primeiro helicóptero montado no Brasil, o HELIBRAS HB 350 BA Esquilo, cuja matrícula HB001 está na aeronave N-7050, hoje operando no Esquadrão HU-5. Em 1983 o Esquadrão estave presente no desafio aceito pela MB de instalar e operar uma estação científica no Continente Antártico. Naquele ano uma aeronave UH-2 WASP participou da Operantar I e pousou pela primeira vez na Antártica.

_MG_4303

Hoje o HU-1 opera dois modelos de aeronave, o UH-12 e o UH-13, que com confiabilidade vêm desempenhando as mais diversas tarefas na nossa Marinha, como Apoio às Operações Anfíbias e Especiais, Esclarecimentos Radar e Visual, Patrulha Naval, Ataque Aéreo, Transporte de Tropa, Apoio Logístico, Busca e Salvamento, Guarda de Aeronave e Evacuação Aeromédica e, mais recentemente, aerofotogrametria. Essa diversidade encarna o espírito do HU-1, bem sintetizado em seu lema: ” IN OMNIA PARATUS, ou seja Preparado para tudo!”

_MG_3262

Em seu horizonte surgem novas perspectivas para o Esquadrão HU-1. O programa UHP, que prevê a substituição dos UH-12 e UH-13 por novos helicópteros leves de emprego geral, avança e com ele se aproxima o momento da escolha do 12º modelo de aeronave do HU-1, que trará maiores capacidades e novas possibilidades ao Esquadrão.

_MG_3356

Esta trajetória de mais de 50 anos não seria possível sem o trabalho e apoio de inúmeras pessoas, começando pelos militares que ali servem e serviram: os Águias. Eles têm uma especial relação com este Esquadrão. O trabalho duro de todos foi fundamental para alcançarmos e mantermos o padrão de excelência que este esquadrão demonstra.

_MG_3417

A fatia considerável do Programa de Movimentações Previstas e Exercícios da Esquadra que historicamente compete e os cercam nas 32 mil horas de voo em quase 12 anos sem acidentes corroboram este padrão. Nesta casa são feitas amizades sólidas e duradouras, porque baseadas no respeito e na admiração mútuas, bem como se ampliam conhecimentos e se desenvolvem capacidades. Cada Águia que aqui serve ou serviu deixou sua contribuição e hoje ao refletir sobre o passado, nós os reverenciamos. Um Braco Zulu a todos os Águias. Em seu comando esta o Capitão-de-Fragata Fabiano Martins SASSE.

_MG_3442_MG_3458_MG_3465_MG_3466_MG_3476_MG_3500

Fonte | Fotos: operacional

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Formatura do Treinamento Específico de Auxiliar de Precursor

Dia Internacional do Peacekeeper no CCOPAB

Temporada hípica da EsEqEx