News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Tuesday, 16 de April de 2024
Home » Marinha » Sociedade Amigos da Marinha realiza III Encontro Regional

Sociedade Amigos da Marinha realiza III Encontro Regional

Marinha

À entrada do Salão Histórico, os convidados eram recebidos pelo Presidente da SOAMAR-RIO, Dr José Antonio de Souza Batista, para esta que seria uma noite das mais agradáveis, com a presença de ilustres Chefes Navais, bem como Sócios, Diretores e Amigos da SOAMAR-RIO e demais cidades vinculadas. O Encontro foi aberto com o tradicional Cerimonial à Bandeira, seguindo-se as Palavras de boas vindas do Presidente da SOAMAR Rio – Dr Jose Antonio de Souza Batista, e do Comandante do 1° Distrito Naval – Vice Alte Flavio Rocha.

Em sua alocução, o Presidente José Antonio discorreu sobre as atividades da SOAMAR-RIO, em prol da internalização dos valores navais junto à Sociedade, enfatizando a importância de contar com uma Marinha Forte, apta a defender a nossa Amazônia Azul, cumprindo relevante papel estratégico, politico e econômico. Finalizando, agradeceu ao Comandante do 1º. DN, VA Rocha, por todo apoio concedido à SOAMAR, nesta gestão e também a frente do CCSM.
Um Jantar de Confraternização no Salão Histórico do 1º Distrito Naval marcou o primeiro dia do evento. Sob as Bandeiras Históricas, na edificação construída pelos monges beneditinos em meados do século XVIII e hoje tão bem preservada pela nossa Marinha, compartilhamos a alegria de mais um encontro de companheiros imbuídos pelos mesmos propósitos, pelos mesmos ideais, preconizados pelo fundador e patrono AE Maximiano da Fonseca.

No dia seguinte, em luminosa manhã de sábado chegamos bem cedo ao Comando do 1º. Distrito Naval, onde fomos recebidos pelo seu Comandante, VA ROCHA, CEM CA ANDRÉ, e Chefe do CCSM CA LAMPERT. Após o tradicional café de boas-vindas, o Alte ROCHA realizou uma explanação didática e compreensiva sobre a importância da Marinha para o Brasil, suas extensivas missões, que vão alem da guerra naval, compreendendo tarefas de Guarda Costeira, ACISOs e outras; os diversos programas, prioridades, os meios, enfim, uma visão abrangente do Poder Naval.

A Marinha vem dando uma importante contribuição, onde se destacam o domínio do enriquecimento do urânio, a planta nuclear de 11 MW LABGEN, a construção naval, seja das fragatas classe Tamandaré, seja dos submarinos, o PROANTAR, PROTRINDADE, enfim, projetos que transcendem a Marinha, dado as aplicações civis e o impulso aportado à economia nacional, bem como a inserção politico-estratégica do Brasil no cenário internacional.

Quanto aos meios navais, novas e modernas unidades vem sendo incorporadas, destacando-se o ATLÂNTICO, tendo recebido o indicativo de costado A 140, e o recém-lançado ao mar S-40 RIACHUELO, em dez 2018, seguindo-se mais 3 submarinos convencionais e em horizonte mais distante o SN-BR Alvaro Alberto, a ser construído no período 2020-2027.

É oportuno assinalar que uma importante coincidência histórica marcou o Encontro da SOAMAR-RIO, que realiza-se justamente quando transcorrem 77 anos dos 5 dias que abalaram o Brasil – 15 a 19 de agosto de 1942 – quando 600 vitimas inocentes morreram afogadas nos 5 navios afundados pelo submarino nazista U-507, Baependy, Itagiba, Araraquara, Annibal Benévolo, Arará e da barcaça Jacira, em cruel ataque da Alemanha Nazista contra o Brasil, ao longo do litoral entre Bahia e Sergipe.

A lembrança daquela tragedia evoca a necessidade de que o Brasil jamais seja novamente surpreendido como aconteceu em 1942. Como bem afirmaram os ilustres Almirantes que discorreram no Encontro sobre a importância do Poder Naval, o Brasil precisa de uma Marinha Forte.

Fonte | Fotos: SOAMAR | Israel Blajberg