News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Tuesday, 23 de July de 2024
Home » Mercado & Indústria » DCNS apresenta novo submarino de ataque de propulsão convencional o SMX-Océan

DCNS apresenta novo submarino de ataque de propulsão convencional o SMX-Océan

Mercado & Indústria
Por

smaxocean

O estaleiro francês DCNS apresentou o seu novo submarino o SMX-Océan, que com autonomia e desdobramento inédito combina vários recursos e tecnologias vistos até agora apenas em submarinos nucleares. Trata-se de um submarino diesel-elétrico, mas dotado de um novo sistema de propulsão de alta capacidade AIP (Air Propulsion-Independente), utilizando células de combustível de segunda geração, e de acordo com o fabricante permite o submarino permanecer submerso até três semanas.

Com uma autonomia de até três meses, o SMX-Océan poderia atravessar o Atlântico seis vezes sem emergir, podendo ter uma velocidade de até 14 nós. O SMX-Océan é um submarino de ataque (SSK) equipado com o mesmo sistema de combate e provisão para missões de forças especiais e o arranjo geral do SSN Barracuda. O SMX-Oceán poderá operar independentemente ou como parte de um grupo de combate liderado por um porta-aviões, para o qual ele é equipado com datalinks e de meios de comunicação modernos.

O submarino contará com um armamento para enfrentar alvos submersos, na superfície, no solo e até mesmo que esteja em vôo porque terá até 34 armas, incluindo torpedos, mísseis anti-navio, mísseis de cruzeiro ou mísseis anti-aéreos, o que o coloca um passo à frente de qualquer submarino propulsado convencionalmente hoje existente.

Para isto tem um sistema de lançamento vertical de mísseis que permite utilizar simultaneamente diferentes sistemas de mísseis.  Também poderá desdobrar e usar veículos aéreos não tripulados (UAVs), veículos submarinos não tripulados, ou mergulhadores de combate.

O SMX-Océan terá um deslocamento de 4.750 toneladas, com um comprimento de 100 m., um diâmetro de casco de 8,8 m  e com uma altura total de 15,5 m. A profundidade máxima de mergulho será de 350 m, e a sua  velocidade máxima submerso sera de até 20 nós.

Fonte | Fotos: defensa