• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Internacional

A empresa Nexter Systems aposta forte no seu blindado “TITUS”

Por Anderson Gabino      |     19/08/2014 às 12:40

156

A empresa Francesa Nexter Systems vem testando o seu mais recente veículo blindado sobre rodas o TITUS (Tactical Infantry Transport & Utility System) em um país do Médio Oriente e deverá ainda este ano realizar uma outra serie de demonstrações em outro país da mesma região.

O TITUS foi principalmente desenvolvido para atuações em países do Médio Oriente e Ásia mas também da América Latina, tendo sido neste último caso apresentado as forças de segurança Brasileiras. Concebido em 2012, desenvolvido e apresentado oficialmente em 2013, o veículo estará pronto para ser entregue em série a partir de 2016.

O TITUS compreende uma blindagem que oferece proteção balística de Nível 4 e contra minas terrestres de Nível 4a/b integrado a um chassis 6×6 de alta-mobilidade e elevado rendimento da série T815-7 do fabricante Tatra Trucks da República Checa mas que foi modificado segundo os requisitos técnicos da Nexter Systems. O TITUS possui um motor Cummins ISLe com 440 cavalos de potência, acoplado a uma transmissão automática da Allison Transmission.

A empresa já trabalha no desenvolvimento de um segundo veículo que incluirá um outro motor da Cummins, com uma potência em torno dos 550 cavalos de potência.

288

O TITUS caracteriza-se por combinar mobilidade tática, proteção, elevada carga útil, com autonomia e conforto. A rampa traseira da viatura permite um fácil embarque e desembarque de tropas.

Possuindo um peso em ordem de combate de 23 toneladas, e um comprimento de 7.55 metros, com uma largura de 2.55 metros, seu volume interno é de 14.4 m³, um volume útil interno de 2.4 m³  e externo de 1.5 m³, tem uma velocidade máxima de 110km/h e sua autonomia é de até 700 km.

Está disponível para diversas aplicações incluindo transporte de tropas, evacuação médica, vigilância do campo de batalha, contra-insurgência, intervenção em zonas urbanizadas, apoio logístico, anti-carro, engenharia, apoio em combate, comando e segurança interna.

3er
O TITUS permite receber diversos equipamentos e sistemas de missão como estações armas protegidas, estações de armas remotamente controladas, reparos para metralhadoras, um sistema de controle da pressão dos pneus, barras de proteção do tipo PG-Guard, inibidores de transmissão, arquitetura eletrônica integrada CREWSHARE, o sistema de detecção e localização acústica de tiros PILARw, ar condicionado, armamento não letal, escada de intervenção, radares de vigilância do campo de batalha, sistema eletro-ótico de observação, um sistema de proteção NBQ, lançadores de granadas do tipo GALIX ou SYDEX, veículos terrestres não tripulados, o sistema digital de comando e controlo FINDERS C2, sistemas de comunicações, o sistema de vigilância perimétrica ViPer, blindagem adicional, câmaras de apoio à condução, o sistema de navegação Epsilon 10, um sistema de gestão de energia e um sistema de monitorização do veículo.

,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.