News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Wednesday, 24 de April de 2024
Home » Marinha » Capitania Fluvial de Tabatinga recebe visita do Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva

Capitania Fluvial de Tabatinga recebe visita do Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva

Marinha
Por

Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva e sua comitiva

A Capitania Fluvial de Tabatinga (CFT) recebeu, no dia 15 de maio, a visita do Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Ênio Machado Martins Júnior, e de sua comitiva composta pelo Assessor de Gestão da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, Coronel Antônio de Oliveira Gama Filho, e pelo Comandante do 8º Batalhão de Infantaria de Selva, Tenente Coronel Marcos Vieira Santana.

A visita teve como propósito conhecer os trabalhos que são realizados pela Marinha do Brasil na região do Alto Solimões e na Tríplice Fronteira.

Durante a visita, o Capitão dos Portos de Tabatinga, Capitão-de-Fragata André Luís Souza de Jesus, fez uma breve explanação sobre os trabalhos realizados pela CFT e as principais áreas de atuação, que envolvem.

Segurança do Tráfego Aquaviário (STA) com as ações de Inspeção Naval; fiscalização da Segurança da Navegação, Salvaguarda da Vida Humana e Prevenção da Poluição Hídrica por parte das embarcações que trafegam nesta região; e o Ensino Profissional Marítimo (EPM), que se destina a formar tripulantes especializados para embarcações mercantes que navegam nas vias fluviais de sua área de jurisdição, tais como rebocadores, dragas, embarcações de passageiros, de cargas, de turismo e outras.

Fonte | Fotos: ccsm