News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Sunday, 14 de April de 2024
Home » Marinha » Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Marinha

Material ilícito estava em barco que foi apreendido pela Autoridade Marítima

Barco pesqueiro, de aproximadamente 20 m de comprimento, foi apreendido – Imagem: Marinha do Brasil

Uma operação da Marinha do Brasil e Polícia Federal resultou na apreensão de cerca de 400 caixas de cigarros contrabandeados. O produto estava em um barco pesqueiro, que foi abordado no início da tarde desta segunda-feira (02), na área marítima do Arquipélago do Marajó. Os cinco tripulantes da embarcação estão à disposição da  Polícia Federal (PF).

A embarcação e os cinco tripulantes chegaram a Belém (PA) na tarde desta terça-feira (03), sob escolta do Navio-Patrulha “Guarujá”, da Marinha do Brasil, e de equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE) e Grupo Especial de Polícia Marítima (GEPOM), da PF.

A embarcação havia saído de Santana (AP), com destino a Abaetetuba (PA). O barco foi apreendido devido à falta de condutor habilitado e ausência de documentos.

Os cigarros apreendidos não possuem selo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo considerados ilegais no Brasil.

Contrabando

O Art. 334-A do Código Penal Brasileiro prevê pena de reclusão, de dois a cinco anos, para o crime de contrabando, que consiste em importar ou exportar mercadoria proibida. A pena aplica-se em dobro se o crime é praticado em transporte aéreo, marítimo ou fluvial.

Navio-Patrulha “Guarujá” (P-49)

O Navio-Patrulha “Guarujá” é o segundo navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem à cidade homônima, localizada no litoral de São Paulo. Foi incorporado em 30 de novembro de 1999. Suas dimensões são: 46,5 m de comprimento; 7,5 m de boca (largura); e 2,3 m de calado (distância entre a linha d’água e a quilha, ponto mais baixo do navio).

Está subordinado ao Comando do 4º Distrito Naval, e integra o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, tendo como área de atuação o litoral dos Estados do Pará, Maranhão, Amapá, operando a partir da Base Naval de Val de Cães, em Belém (PA).

Fonte | Fotos: Agência Marinha de Notícias