News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Thursday, 18 de April de 2024
Home » Mercado & Indústria » Agora rival da Embraer, empresa Mitsubishi faz o primeiro teste de seu jato regional

Agora rival da Embraer, empresa Mitsubishi faz o primeiro teste de seu jato regional

Mercado & Indústria
Por

MRJCOMPLETO1_zpscea13363Ricardo Meier

Líder nas vendas de aviões regionais no mundo, a Embraer tem apenas um concorrente de peso, a Bombardier. Mas essa fase deve acabar em breve com a chegada de novos rivais. Um deles concluiu nessa segunda-feira (8) o primeiro teste dinâmico com seu protótipo. Estamos falando do MRJ, um jato regional desenvolvido pela Mitsubishi.

O primeiro protótipo do MRJ, que havia sido apresentando em outubro do ano passado, realizou testes de taxiamento no Aeroporto de Nagoya, o que incluiu aceleração e frenagens além de avaliação de controle de direção da aeronave. O jato deverá realizar seu primeiro voo entre setembro e outubro e a Mitsubishi já tem uma carteira recheada de clientes – segundo a fabricante, são 407 pedidos, sendo 223 firmes.

mitsubishi-mrj-taxi

Família regional

O MRJ tem semelhanças expressivas com a família de jatos da Embraer. Ele possui versões de 70 a 90 assentos, configuração bimotor (turbinas Pratt&Whtiney) com asa baixa e empenagem convencional. São fileiras de 4 assentos como nos aviões brasileiros e duas versões sugeridas, com 78 lugares (MRJ70) e 92 lugares (MRJ90), ambos com pitch entre as poltronas de 29 polegadas. A largura interna da cabine tem 2,76 m, ou seja, apenas 2 cm maior que a dos jatos da Embraer.

MRJMONTADOCOMPLETO_zps2caa15d3

A Mitsubishi, apesar de ter uma carreira mais discreta na aviação nos últimos anos, possui uma história longa no setor. Se a MAC (Mitsubishi Aircraft Corporation) possui apenas sete anos, a ligação com a aviação vem desde a década de 1920 e sua maior contribuição foi o caça A6M Zero, considerado um dos melhores aviões do tipo na Segunda Guerra.

FONTE : UOL Notícias

Fonte | Fotos: operacional