• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Internacional

A empresa Eixide Technologies culpa a empresa alemã HDW no atraso dos submarinos da Marinha Colombiana

Por Anderson Gabino      |     02/06/2014 às 11:54

140530_submarino_pijao_u109_hdw_armada-colombia_577x403

A empresa Exide Technologies garante que os sistemas de refrigeração das baterias instaladas nos submarinos U209/1200 (Classe Pijao) da Marinha colombiana , funcionam perfeitamente, e se foram detectados problemas nestes elementos é porque o estaleiro alemão Howaldtswerke Deutsche Werft (HDW), que faz parte do trabalho de modernização desses submarinos, modificou esses sistemas por conta própria, sem consultar e sem seguir os procedimentos certificados pela empresa.

A Eixide explicou estas circunstâncias, e revela que a flotilha de submarinos colombiano enfrenta atrasos consideráveis ​​em suas entregas finais , o que gerou um mal-estar crescente, não oficialmente reconhecido entre o Ministério da Defesa e a Marinha.

Fontes da indústria revelaram vários problemas causados ​​por vazamentos e falhas constantes no sistema de resfriamento das baterias, que foi acompanhado por defeitos no funcionamento do sonar, aparentemente causado pela instalação incorreta dos mesmos, todo o trabalho foi realizado pelo estaleiro alemão HDW e levaram a um atraso de sete meses na entrega final dos submarinos.

Antes da publicação dessas informações pelo Infodefensa.com a empresa Exide Technologies garantiu o perfeito funcionamento dos sistemas de refrigeração e de suas baterias instaladas nos submarinos.

Ao mesmo tempo, a empresa alega que, se está ocorrendo problemas nos sistemas de conversores estáticos  de resfriamento é porque, o responsável por parte das obras de modernização dos submarinos colombianos Classe Pijao, modificou os sistemas sem consultar a Exide Technologies através de procedimentos não certificados pela empresa.

Tais falhas nos sistemas têm sido apresentados durante a fase de testes, que foram submetidos os U209 antes da entrega final, que atrasou mais de sete meses.

Problemas também com U206A

Tipo-206a-colombia-foto-kn-online

Além dos problemas no U209/1200 , outro submarino costeiro o U206A também está sofrendo atrasos na entrega, a mesma foi adiada para o segundo semestre de 2016, devido a uma mudança na fase de programação do processo de modernização e tropicalização da embarcação feitos pelo estaleiro HDW.

Este atraso exige a manutenção (salários e benefícios) de uma comissão de 25 oficiais e sargentos do ARC na Alemanha , bem como o aumento do valor nos reparos, peças de reposição e docagem, com o aumento consistente e significativo no custos para a Colômbia.

, ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.