• Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • RSS

Internacional

Estado Islâmico explode ponte estratégica em Tikrit, no Iraque

Por   

tikrit

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) explodiu nesta terça-feira (10) a única ponte sobre o rio Tigre na região de Tikrit, com o intuito de frear o avanço das tropas iraquianas que querem retomar o controle da cidade do norte do Iraque. No nono dia de ofensiva, as forças de segurança, reforçadas pelas milícias xiitas e tribos sunitas, estavam nos arredores de Tikrit e cercavam praticamente toda a estratégica cidade, que está nas mãos do EI há nove meses.

As tropas tentam fechar o cerco em torno dos jihadistas em Tikrit com o objetivo de cortar totalmente as formas de fornecimento de recursos antes de partir para o ataque, segundo autoridades. Desde o início da ofensiva na região, em 2 de março, as tropas iraquianas conseguiram avançar em direção a Tikrit, apesar da resistência dos jihadistas, e também cercaram, no caminho, as localidades perto de Al-Alam e Al-Dour.

“Daesh (acrônimo em árabe para EI) explodiu toda a ponte. Toda a parte da extremidade oeste da ponte desmoronou”, disse um coronel da polícia na região. Segundo um sargento-coronel do Exército, “o objetivo deles é conter o avanço das tropas iraquianas, já que a ponte é a única via de acesso para entrar em Tikrit a partir do leste”.

Ponte sobre o Rio Tigre

A cidade de Albou Ajil, retomada no domingo pelas forças pró-governamentais, está situada a leste do Tigre, assim como a localidade de Al-Alam, onde os jihadistas expulsos das zonas rurais estão se reagrupando. Al-Dour, outra localidade onde os combatentes do EI resistem, está situada a oeste do rio.

Esta ofensiva é a mais importante já perpetrada pelas forças armadas, que conseguiram ganhar terreno no final de 2014, após o fulgurante início das ofensivas do EI em junho passado, que permitiu a tomada de vastos pedaços de território a leste, oeste e ao norte de Bagdá. Cerca de 30 mil homens foram mobilizados para esta operação apoiada pelas forças aéreas iraquianas.

A coalizão internacional comandada pelos Estados Unidos, que ataca diariamente posições do EI no Iraque, não interveio até o momento nesta operação. Segundo informações não-confirmadas, o EI teria apenas algumas centenas de combatentes no interior de Tikrit, situada no meio do caminho entre Bagdá e Mossul. Mas o avanço das forças de segurança foi freado pelo grande número de bombas posicionadas nos arredores da cidade pelos jihadistas.

Fonte | Fotos: g1

, , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Formatura do Treinamento Específico de Auxiliar de Precursor

Dia Internacional do Peacekeeper no CCOPAB

Temporada hípica da EsEqEx