News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Saturday, 20 de April de 2024
Home » Força Aérea » JMJ 2013: Sistema de iluminação móvel será usado para sinalizar helipontos

JMJ 2013: Sistema de iluminação móvel será usado para sinalizar helipontos

Força Aérea
Por

 

Foto: Tenente Enilton (FAB)

O novo sistema de iluminação móvel utilizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) para sinalizar helipontos e pistas de pouso em regiões remotas será usado para dar mais segurança nas aproximações dos helicópteros empregados na visita do Papa Francisco. O sistema foi testado no sábado (20/07) no Rio de Janeiro em um campo de futebol próximo ao Palácio da Guanabara. O equipamento deve ser instalado também no Riocentro e na cidade de Aparecida (SP). (Veja na reportagem).

Praticidade – Para transformar o campo de futebol em um heliponto balizado foram menos de 20 minutos. As 24 luminárias foram dispostas em círculo. Cada uma pesa em torno de 10 quilos, tem autonomia para 350 horas e pode ser acionada por controle remoto ou pelo próprio piloto. A bateria é recarregada com energia solar. O sistema auxilia os pilotos no pouso e decolagens noturnas.

A nova tecnologia proporciona várias facilidades. “É mais simples, mais leve. Não depende de gerador, nem de cabos”, resume o Chefe da Divisão de Sinalização da Diretoria de Engenharia da Aeronáutica – DIRENG, Tenente-Coronel R1 Nelson Rodrigues Perez. Segundo ele, com o novo sistema é possível balizar pistas de até três mil metros em regiões remotas, como a Amazônia. Durante a Operação Ágata 7, realizada em junho deste ano, a nova tecnologia foi usada para balizar a pista de São Gabriel da Cachoeira, a 850 quilômetros de Manaus (AM).

 

[vsw id=”A8hEBdyaLvU” source=”youtube” width=”560″ height=”380″ autoplay=”no”]

Fonte | Fotos: cecomsaer

Tags: - -