News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Tuesday, 16 de April de 2024
Home » Força Aérea » Primeira Conferência do Espaço é realizada pela Força Aérea Brasileira (FAB)

Primeira Conferência do Espaço é realizada pela Força Aérea Brasileira (FAB)

Força Aérea

Evento aconteceu na Escola Superior de Defesa (ESD), em Brasília (DF), nesta quarta-feira (16/11)

Relevantes temas sobre o Programa Espacial Brasileiro foram debatidos na Primeira Conferência do Espaço. O evento, que foi realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Estado-Maior das Aeronáutica (EMAER) e intermédio da Terceira Subchefia (3SC), aconteceu durante toda quarta-feira (16/11), na Escola Superior de Defesa (ESD), em Brasília (DF).

O Comandante da FAB, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, acompanhado do Chefe do EMAER, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, foram recebidos pelo Comandante da ESD, Vice-Almirante Paulo Renato Rohwer Santos. Oficiais-Generais do Alto-Comando da Aeronáutica também estiveram presentes.

Primeira Conferência do Espaço

Tem como foco principal o setor da Defesa e, por objetivo, o nivelamento de conhecimento sobre a trajetória histórica das atividades espaciais no Brasil, sobre governança e as principais iniciativas em curso no setor estratégico espacial. Também busca um incremento na percepção do domínio espacial como fator relevante para o sucesso do emprego das Forças Armadas e para o cumprimento de sua missão constitucional.

Para a abertura da Primeira Conferência do Espaço, o Comandante da FAB parabenizou o EMAER pelo trabalho e destacou, sobretudo, a necessidade estratégica em promover a conferência. “Esse evento é um dos três que tínhamos vontade de fazer. O primeiro foi sobre Armamento, em que somos uma força armada, no qual tivemos a oportunidade de nivelar conhecimentos. Outros dois sobre ‘Estruturas Sistêmicas”, e, este sobre Espaço, em que podemos discutir, por ser um assunto de muita relevância e que precisa ser de nosso entendimento, nós de azul, nós de cinza, nós de verde, nós de terno, nós agentes, civis, todos nós que temos interesse”, salienta o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior.

O Tenente-Brigadeiro Damasceno também fez suas considerações sobre o evento. “Quanto a essencial atividade de hoje, esta Primeira Conferência do Espaço contou com a apresentação de sete importantes estruturas organizacionais ligadas à nossa agenda espacial, destaca o Chefe do EMAER.

Palestraram o Chefe da Seção de Atividades Espaciais do Estado-Maior da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Rogério Luiz Veríssimo Cruz; o Coordenador de Políticas e Programas da Diretoria de Governança do Setor Espacial da AEB, Gabriel Figueiró de Oliveira; o Chefe do Centro de Operações Espaciais do Comando de Operações Aeroespaciais, Brigadeiro do Ar Rodrigo Alvim de Oliveira; o Chefe do Subdepartamento Técnico do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Brigadeiro Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti; e o Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais, Brigadeiro do Ar Francisco Bento Antunes Neto.

“A CCISE participa apresentando sobre o Centro Espacial de Alcântara (CEA). Uma oportunidade para os Oficiais-Generais da Força Aérea Brasileira tomarem conhecimento do  conceito do CEA, da importância dessa estruturação do Centro para operação comercial e as possibilidades que se abrem para a FAB”, comentou o Brigadeiro Antunes.

Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE)

Trata-se de um programa criado para atender às necessidades estratégicas das Forças Armadas e da sociedade brasileira, que contempla o lançamento de satélites de órbita, em estações terrestres de controle, recepção e processamento de dados, para fornecer serviços de observação terrestre, telecomunicações, mapeamento de informações, posicionamento, monitoramento do espaço e um centro de operação de sistemas espaciais.

O principal objetivo do PESE é prover infraestrutura espacial para ser usada estrategicamente e de modo a potencializador o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz), o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA), o Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM) e afins.

Fonte | Fotos: CECOMSAER / Agência Força Aérea