News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Tuesday, 23 de April de 2024
Home » Força Aérea » Primeiros caças Gripen E de série estão no Brasil

Primeiros caças Gripen E de série estão no Brasil

Força Aérea

Os primeiros caças Gripen E de produção em série, chamados de F-39 Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), estão no Brasil. As aeronaves chegaram ao país na última sexta-feira (1º), no porto de Navegantes (SC), e hoje (06) concluíram o primeiro voo no país. As aeronaves voaram do Aeroporto Internacional de Navegantes para o Centro de Ensaios em Voo do Gripen (Gripen Flight and Test Centre – GFTC), na planta da Embraer, em Gavião Peixoto (SP).

Os voos foram conduzidos por dois pilotos brasileiros da FAB, que realizaram treinamentos na Suécia. Os voos para Gavião Peixoto tiveram duração aproximada de 50 minutos e ocorreram conforme o planejado.

Para o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, a chegada das duas primeiras aeronaves de produção em série representa um marco para a defesa do espaço aéreo nacional.

“A chegada das aeronaves é resultado de um projeto que, desde o início, buscou o incremento de nossas capacidades dissuasórias, bem como tinha o objetivo de ser um estímulo à pesquisa e ao desenvolvimento industrial do Brasil. Temos agora uma aeronave multimissão que chega no estado da arte e será o principal vetor para a garantia da soberania do espaço aéreo brasileiro” ressaltou o comandante.

Os novos caças permanecerão no GFTC até que as aeronaves obtenham o Certificado de Tipo Militar. Depois disso, as aeronaves serão transferidas para Anápolis para as etapas finais da fase de entrega.

“O Brasil participa ativamente do desenvolvimento, da campanha de ensaios em voo e da produção dos caças, como parte do amplo pacote de transferência de tecnologia para a indústria de defesa brasileira. A chegada das duas aeronaves de produção em série é resultado dessa grande colaboração”, destacou Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e head da unidade de negócios Aeronautics da Saab.

Fonte | Fotos: SAAB

Tags: - - -