News

Escoteiro do Rio de Janeiro é condecorado com a Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes

Escoteiros de Irajá participam de troca de guarda do Monumento aos Pracinhas

AECB Brasília realiza homenagem a veteranos da FEB

Militares do Comando Militar do Norte fortalecem o preparo em Operações Aeromóveis

Tropa do Exército Brasileiro se prepara para atividade internacional

Operações Interagências: saiba como é atuação da Marinha com outros órgãos

Condor apresenta tecnologias inteligentes durante a LAAD 2023 e anuncia o primeiro Instituto de Ciência e Tecnologia para não letais da América Latina

Saturday, 02 de March de 2024
Home » Força Aérea » RAF conclui curso para militares de Infantaria da FAB

RAF conclui curso para militares de Infantaria da FAB

Força Aérea
Por

RAF na FAB.2

A Royal Air Force (RAF) do Reino Unido encerrou sexta-feira (06/03) o treinamento “Comando e Controle e Proteção da Força”, ministrado aos oficiais de infantaria da Força Aérea Brasileira (FAB). A atividade foi realizada no Centro Militar de Convenções e Hospedagem da Aeronáutica (CEMCOHA), em Salvador (BA).

Durante duas semanas, 25 alunos de diferentes batalhões de infantaria, escolas e comandos da FAB receberam diversas instruções. Eles tiveram palestras sobre estrutura, planejamento e técnicas de atuação em autodefesa de superfície em operações reais no Reino Unido e em outros países sob comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Aulas práticas complementaram o aprendizado, com os alunos sendo orientados a conceber um planejamento e planos de ação para defesa de base em um território fictício.

RAF na FAB

“Entendemos que esse intercâmbio é de fundamental importância para o aperfeiçoamento da nossa doutrina. As atividades terminam aqui, mas esse é apenas o começo do trabalho da Infantaria da Aeronáutica. Seja em tempos de paz ou durante conflitos, creio que o aprendizado foi de bastante valor para nossos militares”, disse o Chefe da Subchefia de Segurança e Defesa do Comando Geral de Operações Aéreas (COMGAR), Brigadeiro de Infantaria Augusto César Amaral.

Para os representantes da Royal Air Force, o contexto de novos desafios militares exige constante atualização de conhecimentos. “É papel dos oficias liderarem seus subordinados por esse processo. A liderança é a palavra-chave em um ambiente de constantes mudanças. Esperamos que os oficiais possam continuamente refletir sobre essa experiência para adaptar o conhecimento adquirido no curso e aplicá-lo à realidade de suas organizações militares”, finalizou o Tenente-Coronel Piers Dutch Holland.

Fonte | Fotos: cecomsaer