News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Sunday, 21 de April de 2024
Home » Ministério da Defesa » 21ª Conferência Anual da Associação Internacional de Centros de Manutenção de Paz

21ª Conferência Anual da Associação Internacional de Centros de Manutenção de Paz

Ministério da Defesa
Por

Conferência visa debater desafios das missões de paz e estreitar parceria para treinamentos militares

Começou nesta segunda-feira (28), em Brasília (DF), a 21ª Conferência Anual da Associação Internacional de Centros de Manutenção de Paz (IAPTC, na sigla em inglês). O evento, que acontece pela primeira vez no Brasil, vai até a próxima sexta-feira (02/10) e é promovido pelo Ministério da Defesa, por intermédio do Exército.

Na abertura, o representante do presidente da IAPTC, coronel indonésio Taufik Santoso, explicou que a pretensão é que a conferência aumente as parcerias para treinamentos. “As operações de paz têm sido a mais importante resposta para solucionar situações de conflito.” Ele disse, também, que exercícios integrados servem para estabelecer habilidades e são ferramenta fundamental para ações humanitárias.

Esta 21ª edição conta com 213 participantes, entre militares (131), civis (67) e policiais (15),  de 50 países. A maior parte deles vem dos continentes americanos. A Associação Internacional de Centros de Manutenção de Paz é uma organização criada em 1995 que possui, atualmente, mais de 80 nações integrantes. A próxima conferência será realizada na Bósnia, em 2016.

Brasil em missões de paz

O chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), general José Carlos De Nardi, participou da abertura do evento representando a Defesa. Ele relembrou a primeira reunião da IAPTC, há 20 anos, no Canadá. “Vemos que em 1995, a assembleia-geral da Organização das Nações Unidas [ONU] já manifestava interesse em treinamentos para operações de paz”, falou.

O general De Nardi fez, ainda, um breve histórico sobre a participação do Brasil em missões no exterior. “Estivemos sempre presentes desde 1948 com o envio de observadores à região dos Bálcãs, na porção meridional da Europa. E depois em 1956 com o batalhão de Infantaria em Suez”, resumiu. E completou: “A paz requer atenção permanente. Nesse caso, as operações são instrumento político legitimado pela ONU”.

Ao longo dos anos, o país atuou em 50 das 71 operações da ONU, tendo enviado mais de 47 mil homens e mulheres para essa atividade. Hoje, o Brasil está ativo em dez nações, com o comando em duas delas: no caso da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah) e na Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano.

Para o comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), coronel José Ricardo Vendramin Nunes, ao sediar a 21ª conferência, “o país demonstra para a comunidade internacional o total comprometimento com as missões dessa natureza”. Ainda de acordo com o oficial, o maior desafio, hoje, é reunir as capacidades militares, civis e policiais necessárias para cumprir os mandatos de segurança das Nações Unidas. O CCOPAB é um centro que prepara profissionais que irão integrar ações no exterior. Está localizado na cidade do Rio de Janeiro e já capacitou brasileiros e estrangeiros.

A cerimônia inicial contou com a presença do comandante do Exército, general Eduardo Dias Villas Bôas; e do terceiro subchefe do Comando de Operações Terrestres, general Gláucio Lucas Alves – coordenador-anfitrião do evento. Durante a semana, além de plenárias e seminários, haverá a exposição de estandes de Centros de Operações de Paz de diversos países. A 21ª Conferência Anual da IAPTC não é aberta ao público, mas terá cobertura em tempo real no site www.ccopab.eb.mil.br.

FONTE: Ministério da Defesa

Fonte | Fotos: ministeriodadefesa