News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Tuesday, 23 de July de 2024
Home » Mercado & Indústria » FAdeA inaugura linha de produção de componentes para o Embraer KC-390

FAdeA inaugura linha de produção de componentes para o Embraer KC-390

Mercado & Indústria
Por

542ee46d5da25

O Ministro da Defesa da Argentina Agustín Rossi, inaugurou nas instalações da Fábrica Argentina de Aviones Brigadier San Martín (FAdeA), localizado na cidade de Córdoba, a abertura oficial da linha de produção de componentes para os aviões de transporte médio KC-390 da empresa brasileira Embraer Defesa & Segurança .

Estes componentes incluem spoilers, porta do trem de pouso dianteiro, porta da rampa de carga, o cone de cauda da fuselagem e o compartimento para componentes internos de eletrônica.

DSC_0112_wm

Durante a inauguração o presidente FAdeA Matthew Savoca, enfatizou o marco que significa em voltar a produzir peças para exportação, depois de mais de duas décadas sem exportar qualquer coisa (a empresa foi reestatizada em 2009) e disse que o maior desafio apresentado a eles é para atingir a eficâcia na produção do jato de ataque leve Pampa III .

O processo de colaboração entre FAdeA e a Embraer começou em 2011 com um acordo de cooperação entre Argentina e Brasil que, em seguida levaria a um contrato entre as duas empresas para fornecer componentes à partir da primeira para a segunda parte.

avion_0

Controvérsia

A empresa FAdeA não esta eximia de controvérsias e polemicas em muitos casos, como o atraso de certos trabalhos de manutenção em aeronaves militares e o cancelamento de alguns projetos como o da construção do helicóptero chinês CZ-11, pela empresa Catic, processo este que foi concluído com a montagem de uma única unidade..

FAdeA_oct2014_planta-partes_KC390_PresidenciaArgentina

Da mesma forma dias antes da visita do Ministro da Defesa, a empresa foi fechada pelo Município de Córdoba por problemas em suas instalações e por terem suas autorizações de segurança expiradas, conforme relatou a mídia local. Este problema parece ter sido resolvido a  tempo para a visita do ministro Rossi.

Fonte | Fotos: infodefensa