News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Thursday, 20 de June de 2024
Home » Segurança Pública » Presença da PMERJ nas ruas garante segurança durante pandemia

Presença da PMERJ nas ruas garante segurança durante pandemia

Diversos

A participação da Secretaria de Estado de Polícia Militar tem sido decisiva para enfrentar os efeitos da pandemia provocada pelo novo coronavíus no Estado do Rio de Janeiro. Os policiais militares atuam na orientação à população para evitar aglomerações, no controle do fluxo de passageiros nas estações dos principais transportes de massa e nos pontos de bloqueio em vias expressas e rodovias.

Coordenadas com a Secretaria de Estado de Saúde e outras instituições, essas ações são fundamentais para viabilizar a estratégia de isolamento social e assegurar o controle do crescimento de disseminação da doença em todo o território estadual.

Para o secretário de Estado de Polícia Militar, Comandante-Geral Rogério Figueredo de Lacerda, os policiais militares enfrentam no território estadual os efeitos de uma crise sanitária mundial sem precedentes nos últimos 100 anos como verdadeiros heróis.

– Mais uma vez, nossos policiais, homens e mulheres, estão nas ruas para defender a sociedade, mesmo colocando em risco sua saúde. Aliás, por isso, nossa Corporação não tem medido esforços para assegurar os equipamentos de proteção individual a toda a tropa – afirmou o Coronel Figueredo.

A atuação da Polícia Militar foi planejada a partir do decreto 46.980 assinado pelo governador Wilson Witzel e publicado no dia 20 de março último.

O planejamento cobre todo o território estadual, mas, no primeiro momento, o foco principal foi a formação de um cordão de isolamento sanitário na capital, a área mais atingida pela epidemia. Para tanto, foram montadas barreiras de contenção para controlar o acesso em 14 estações da SuperVia, na Zona Norte do Rio e em municípios da Baixada, em três estações do metrô e na ligação hidroviária entre Rio e Niterói.

Também estão em vigor as ações de controle nas principais entradas da capital para assegurar as determinações do decreto, que permite apenas a circulação de trabalhadores em atividades consideradas essenciais.

Os policiais militares estão presentes em vias urbanas, praias, parques e outros locais de atratividade coletiva, no sentido de apoiar os demais órgãos públicos e garantir o cumprimento do decreto governamental.

Baseado nos princípios do policiamento preventivo e de proximidade, o planejamento está integrado à atividade de rotina da Polícia Militar, que empregou todos os recursos humanos e materiais necessários, podendo ser ampliado caso haja necessidade.

A atuação dos policiais militares segue os preceitos da Constituição do país, que prevê situações de calamidade pública, tal qual estamos vivendo com a pandemia provocada pelo novo coronavírus. Nos casos de desobediência, os policiais militares atuam de acordo com o protocolo interno da Corporação que estabelece o uso progressivo da força.

Pelo espírito solidário demonstrado pela esmagadora da sociedade durante essa crise, o comando da Polícia Militar tem contado com a compreensão de todos.

Fonte | Fotos: PMERJ