News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Friday, 21 de June de 2024
Home » Exército » Escoteiros de Irajá participam de troca de guarda do Monumento aos Pracinhas

Escoteiros de Irajá participam de troca de guarda do Monumento aos Pracinhas

Exército

A Força Aérea Brasileira passou para o Exército a guarda do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial (MNMSGM), localizado no Aterro do Flamengo, na cidade do Rio de Janeiro. A solenidade, realizada no último dia 06, foi presidida pelo Comandante Militar do Leste, Gen Ex André Luiz Novaes Miranda, e contou com a presença do Ten Brig José Madureira Junior, Comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional, do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, Gen Ex Richard Fernandez Nunes, e de autoridades civis e militares.

Na ocasião o 1º Batalhão de Guardas, Batalhão do Imperador, assumiu a guarda do Monumento aos Pracinhas, antes realizada pelo Batalhão de Segurança e Defesa do III COMAR. Durante a cerimônia, foram prestadas honras militares aos heróis do Brasil que tombaram durante a Segunda Guerra e realizada a rendição do posto de guarda do Túmulo ao Soldado Desconhecido.

A solenidade foi marcada pela efetiva presença de crianças e adolescentes. Além de alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro e da rede pública municipal de ensino, o 210º Grupo Escoteiro do Ar Maj. Brig. Meira, localizado no bairro de Irajá, representou o Escotismo brasileiro na solenidade.

“O Grupo Escoteiro do Ar Maj. Brig. Meira, já nasceu vocacionado a preservar e divulgar a história do Brasil na Segunda Guerra junto as novas gerações. Homenageando um herói do 1º Grupo de Aviação de Caça, nossa unidade escoteira homenageia a todos os brasileiros que deram a vida na Segunda Guerra. Para nós é muito importante mantermos e cultivarmos o civismo e os bons valores entre os jovens através do Escotismo.  As Forças Armadas são grandes parceiras nesta nossa missão.” – declarou o Escotista Gustavo Moreira, responsável pelo efetivo presente no evento.

O grande público que aproveitou o domingo ensolarado para acompanhar a solenidade cívico-militar pode assistir a apresentações dos cães de guerra do 1º Batalhão de Guardas, do Pelotão de Motociclistas Militares do 1º Batalhão de Polícia do Exército, dos instrutores da disciplina Saltadores da Escola de Equitação do Exército e dos músicos da Escola de Sargentos de Logística. A Brigada de Infantaria Paraquedista, a Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea e o Arquivo Histórico do Exército apresentaram um pouco de suas atividades e de seus meios através de exposições que atraíram grande interesse.  A Troca da Guarda festiva do MNMSGM, espaço idealizado pelo Marechal João Baptista Mascarenhas de Moraes, Comandante da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e que abriga os corpos de 462 heróis brasileiros, ocorre sempre no primeiro domingo dos meses de junho, agosto e outubro com o revezamento entre as Forças Armadas. Para o Exército Brasileiro a ocasião é sempre muito valiosa para aproximar a população da força e, principalmente, manter viva a memória da participação do Brasil durante a Segunda Guerra Mundial.

“É fundamental mantermos viva a memória de nossos heróis da Segunda Guerra — os Pracinhas da FEB. A presença de Escoteiros na Cerimônia da Troca da Guarda ao Monumento Nacional aos Mortos da II GM faz parte desse esforço, principalmente pela demonstração de civismo desses jovens, que conheceram e exaltaram os exemplos extremos de patriotismo daqueles que defenderam a Democracia e a Liberdade com o sacrifício da própria vida na Itália. Sempre alerta!” – afirmou o Gen Ex André Luiz Novaes Miranda, Comandante Militar do Leste.

Fonte | Fotos: