News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Friday, 21 de June de 2024
Home » Exército » Estágio Tático de Pelotão de Exploradores realiza Exercício de Reconhecimento

Estágio Tático de Pelotão de Exploradores realiza Exercício de Reconhecimento

Exército
Por
exp0263.jpg

O Pelotão de Exploradores (Pel Exp) é orgânico dos Batalhões de Infantaria Blindados, dos Regimentos de Cavalaria Blindados e dos Regimentos de Carros de Combate. O Pel Exp é composto por Grupos de Exploradores que utilizam Viaturas Táticas Leves Marruá ou Land Rover, dotados de metralhadoras 7,62mm MAG e tem por atribuição principal realizar missões de Reconhecimento e Segurança em proveito das Forças Tarefa (FT) Unidade Blindada. Este pelotão passou a fazer parte da estrutura das OM Bld a partir da segunda metade da década de 1990 e o Centro General Walter Pires realiza o estágio desde 2004, ainda no Rio de Janeiro.

exp0263.jpg

O exercício teve início com a emissão da ordem pelo Comandante de Pelotão, utilizando o caixão de areia e quadros previamente preparados, nos quais estavam expostos todos os detalhes da operação. Por ser uma missão realizada descentralizadamente, o planejamento e as ordens devem ser centralizadas. Descentralização é a essência no cumprimento das missões desta fração.

exp0394.jpg

Em seguida, o Pelotão seguiu para o Campo de Instrução de Santa Maria, onde havia incidentes como reconhecimento de ponte, de bosque e de itinerário. Em determinados momentos, o inimigo atuava, tentando impedir o cumprimento da missão e ao Comandante cabia executar corretamente as ações no contato, como: desdobrar e informar, esclarecer a situação, adotar uma linha de ação e informá-la ao escalão superior.

exp0403.jpg

Durante todo o exercício, os instrutores do CI Bld observam e orientam quanto a execução das tarefas. Os alunos são oriundos das Armas de Cavalaria e Infantaria, além de um oficial e um sargento do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, o que permite uma importante troca de conhecimentos.

exp0420.jpgexp0385.jpgexp0350.jpgexp0360.jpg

FONTE : Centro de Instrução de Blindados

Fonte | Fotos: operacional