News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Thursday, 20 de June de 2024
Home » Força Aérea » FAB toma os céus de Florianópolis em exercícios de resgate e lançamento de kits de sobrevivência

FAB toma os céus de Florianópolis em exercícios de resgate e lançamento de kits de sobrevivência

Força Aérea
Por

16717800

Aviões verdes da Força Aérea Brasileira continuarão riscando o céu azul de Florianópolis nos próximos dias. Na manhã desta segunda-feira mais 70 militares chegam do Rio de Janeiro a bordo de dois Hércules C-130 para a segunda etapa de uma manobra de salvamento e lançamento de fardo que se iniciou semana passada e vai até 2 de agosto.

O objetivo do exercício é a formação e manutenção operacional de militares sediados em missões de busca e resgate. O treinamento consiste na busca de pontos em mar e terra, como também no lançamento de kits de sobrevivência.

Os pilotos e observadores especializados em busca e resgate são fundamentais em operações envolvendo acidentes. Foram militares desses esquadrões que trabalharam nas missões que encontraram partes da fuselagem do voo Air France 447, em 2009, e também atuaram no acidente do voo Gol 1907, em 2006.

C 130

As aeronaves e os militares pertencem aos esquadrões 1ºGT-Grupo de Transporte e 1ºGTT-Grupo de Transporte e Tropa.

De acordo com o 1º tenente aviador Antonio P. Damasceno, esse tipo de treinamento repete-se em Florianópolis por reunir atrativos como ter a Baía Sul disponível nas proximidades do aeródromo, o que propicia aos militares condições de treinamento bem próximas as encontradas no mar e num local bem mais seguro para se treinar, por ser um ambiente mais controlado que o alto-mar.

Aliado a isso, temos nos arredores do aeródromo pontos que favorecem também o treinamento de lançamentos de kits de sobrevivência e busca na terra.

FONTE : Diário Catarinense

Fonte | Fotos: operacional