News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Wednesday, 24 de April de 2024
Home » Força Aérea » Morre o Major-Brigadeiro Lauro Ney Menezes, primeiro piloto de Caça Supersônico do Brasil

Morre o Major-Brigadeiro Lauro Ney Menezes, primeiro piloto de Caça Supersônico do Brasil

Força Aérea
Por

Majoe Brig Lauro Ney menezes

O Major-Brigadeiro do Ar Lauro Ney Menezes morreu domingo (29/03) no Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG), no Rio de Janeiro (RJ). O velório está sendo realizado no Memorial do Carmo. Nesta terça-feira (31/03), às 18h, ocorre a cerimônia de cremação do corpo.

Nascido no dia 08 de janeiro de 1928 aos 17 anos, ele ingressou na Força Aérea Brasileira. No dia 18 de dezembro de 1947 foi declarado Aspirante a Oficial Aviador da terceira turma do Estágio de Seleção de Pilotos de Caça, juntamente com alguns veteranos de guerra da Itália. Depois de 32 anos de serviço foi promovido ao posto de Major-Brigadeiro até seguir para a reserva.

Durante a carreira militar, o Major-Brigadeiro Menezes conquistou grandes feitos dentro da Aviação de Caça, tendo voado nas seguintes aeronaves: P-47, F-8, Mirage III e F-5B/E. Com 7.900 horas de vôo, carregava o título de primeiro piloto de Caça Supersônico no Brasil.

O oficial-general desempenhou diversas funções, entre elas, Comandante da Academia da Força Aérea, da Base Aérea de Santa Cruz e do Esquadrão Pacau. Foi também presidente da Infraero e da Associação Brasileira de Pilotos de Caça (ABRA-PC), tendo sido o primeiro presidente e sócio benemérito.

Fonte | Fotos: cecomsaer