News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Saturday, 20 de July de 2024
Home » Geopolítica » Rússia oferece ao Irã substituto aos S-300 cancelados

Rússia oferece ao Irã substituto aos S-300 cancelados

Diversos

s300pmu2

A Rússia ofereceu ao Irã o sistema Antei-2500 para substituir o negócio cancelado que envolvia a entrega de sistemas S-300.

Segundo o periódico russo RIA Novosti, o negócio original foi assinado em 2007 e transferiria para o Irã cinco sistemas de mísseis S-300 por 800 milhões de dólares. No entanto em 2010 o negócio foi cancelado pelo então Presidente Dmitri Medvedev sob a desculpa de entrar em linha com o fortalecimento das sanções da ONU sobre Teerã.

No entanto o Irã entrou com um processo contra a Rússia, no valor de 4 bilhões de dólares, numa corte de arbitragem de Genebra que entendeu que o sistema vendido não estava dentro dos armamentos proibidos pelas sanções, portanto a venda não poderia ser cancelada por esse motivo.

A Rússia reclama falta de apoio dos EUA na questão, já que na época foi pressionada a cancelar o negócio por Washington.

Para evitar uma condenação internacional a Rússia resolveu oferecer para o Irã, no lugar dos S-300 originais, baterias do sistema Antei-2500. Também conhecido como S-300VM ou SA-23 Gladiator na OTAN, trata-se de um sistema anti-aéreo de mísseis de médio alcance, até 200km, e pode engajar simultaneamente 24 aeronaves ou 16 mísseis balísticos.

A Rússia já ofereceu o sistema Tor ao Irã como forma de compensar esse mesmo negócio, mas a proposta foi rejeitada.

O sistema Antei-2500 foi vendido recentemente à Venezuela que adquiriu dois sistemas

Fonte | Fotos: operacional