News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Friday, 19 de April de 2024
Home » Internacional » Caças turcos interceptam um caça russo que violou seu espaço aéreo

Caças turcos interceptam um caça russo que violou seu espaço aéreo

Diversos
Por

f-16-fighting-falcon-turkey-880087-1280x960

Caças F-16 da Turquia interceptaram no sábado (3) um avião russo que violou o espaço aéreo na fronteira síria, o que o obrigou a retroceder, anunciou nesta segunda-feira (5) o ministério turco das Relações Exteriores, o governo turco convocou o embaixador da Rússia em Ancara para transmitir um protesto veemente, segundo um comunicado oficial. No dia seguinte, dois caças F-16 da aviação turca foram perseguidos  durante uma missão de patrulha por um avião MIG-29 não identificado, na altura da fronteira síria, anunciou nesta segunda-feira o exército turco em seu site.

“Dois de nossos F-16 que integravam uma patrulha de 10 aviões foram perseguidos (…) durante 5 minutos e 40 segundos”, afirmou um comunicado da força aérea sem informar se o avião era russo ou sírio. O governo da turco pediu a Moscou que evite a repetição do incidente e comunicou que a Rússia “seria responsável por qualquer acontecimento indesejável”. A Turquia ativará suas regras de intervenção caso seu espaço aéreo seja violado, afirmou por sua vez o primeiro-ministro turco, Ahmed Davutoglu, após o incidente.

As forças armadas turcas receberam ordens de interceptar inclusive um pássaro, disse Davutoglu em uma entrevista à rede privada Haber-Turk, após o incidente, o ministro turco das Relações Exteriores, Feridun Sinirlioglu, conversou por telefone com o colega russo, Sergueï Lavrov, o governo conservador-islâmico turco é contrário à intervenção da Rússia na guerra da Síria. O presidente turco Recep Tayyip Erdogan afirmou no domingo (4) que a campanha de bombardeios da Rússia na Síria é “inaceitável”. Também disse que Moscou está cometendo um “grave erro”.

Fonte | Fotos: afp