News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Tuesday, 23 de July de 2024
Home » Internacional » Forças de mísseis iniciam grandes exercícios em 12 regiões da Russia

Forças de mísseis iniciam grandes exercícios em 12 regiões da Russia

Diversos
Por

Forças de Misseis da Russia

As Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia (RVSN, na sigla russa) iniciaram grandes exercícios militares em 12 regiões do país, informa o Ministério da Defesa da Federação Russa. “Do grande exercício das RVSN, que abrange 12 regiões da Rússia (do distrito de Tver até ao distrito de Irkutsk) participam mais de 30 regimentos de mísseis. As manobras envolvem tanto a vertente móvel, como a estacionária, das RVSN”, refere o comunicado.

Segundo esclareceu o ministério, as tarefas que as tropas estão treinando incluem a entrada em graus elevados de prontidão de combate, a execução de manobras de evolução ao longo de itinerários de patrulhamento, a luta contra destacamentos de sabotagem e a defesa contra armas de alta precisão do inimigo.

O Ministério da Defesa referiu que, de acordo com o cenário, o inimigo condicional terá “minado” parte dos itinerários de patrulhamento e “utilizado” substâncias químicas tóxicas perto das posições operacionais. Para resolver essas tarefas foram mobilizados unidades de engenharia e de defesa química, biológica e nuclear (DQBN), assim como unidades de luta anti-sabotagem.

“Nas áreas de posicionamento dos grupos de unidades de sistemas móveis de mísseis, para o reconhecimento dos itinerários de patrulhamento e deteção de grupos de sabotagem foram utilizados veículos aéreos não-tripulados e veículos modernos RKhM-4 para DQBN”, acrescentou o Ministério da Defesa.

Além disso, o comunicado esclarece que os grupos que simulavam a atuação do inimigo condicional eram compostos por 50 a 100 militares. Contudo, sublinhou o Ministério da Defesa da Rússia, o inimigo condicional, apesar de sua superioridade numérica sobre os destacamentos de proteção, “não conseguiram impedir a preparação das equipes para a execução da tarefa de treinamento que consistia em lançamento condicional dos mísseis”.

FONTE : Sputniknews.com

Fonte | Fotos: operacional