News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Tuesday, 16 de April de 2024
Home » Internacional » Marinheiros russos saíram na primeira viagem de instrução do porta-helicópteros Vladivostok

Marinheiros russos saíram na primeira viagem de instrução do porta-helicópteros Vladivostok

Diversos
Por

vladivostok

Os marinheiros russos saíram para alto-mar, no porta-helicópteros Vladivostok para efetuarem a sua primeira viagem de instrução. A saída do complexo de estaleiros de Saint-Nazaire, ocorreu às 09h20, hora de Moscou (02h20 de Brasília) com o início da maré alta. Tal como indica o gráfico de movimentos de navios do porto marítimo Nantes – Saint-Nazaire, o navio deverà regressar à costa daqui a dez dias, no dia 22 de setembro.

Inicialmente previa-se que o Vladivostok desatracaria de Saint-Nazaire para realizar uma viagem de instrução na terça-feira, porém essa incursão marítima foi alterada. A alteração que foi relatada por fontes do estaleiro de Saint-Nazaire, deveu-se a “questões técnicas” e não ao eventual cancelamento de entrega do Mistral à Russia, anteriormente anunciado pelas autoridades políticas francesas.

Cerca de 400 marinheiros russos chegaram a Saint-Nazaire no final de junho, para aprenderem a manobrar o porta-helicópteros. No caso da concretização da entrega após a conclusão da instrução no início de novembro, deverão regressar no navio a São Petersburgo para realizarem os trabalhos e posteriormente, seguirem até ao porto designado que servirá de base ao Vladivostok.

Fonte | Fotos: vozdarussia