News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Saturday, 13 de July de 2024
Home » Marinha » Grupamento de Fuzileiros Navais de Belém conclui o Estágio de Operações na Amazônia Oriental

Grupamento de Fuzileiros Navais de Belém conclui o Estágio de Operações na Amazônia Oriental

Marinha
Por

Formandos do Segundo Estágio de Operações, na Amazônia Oriental

No período de 4 a 15 de agosto, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Belém (GptFNBe) realizou o Estágio de Qualificação Técnica Especial em Operações na Amazônia Oriental (E-QTEsp-OpAOr-II/2014), para sua segunda turma. O objetivo foi ambientar e preparar os Fuzileiros Navais recém-apresentados para a execução de Operações Ribeirinhas, em função das características típicas da Amazônia Oriental.

O estágio foi dividido em duas fases: técnica e operações. Na primeira (realizada na área do aquartelamento), foram ministradas instruções sobre Primeiros Socorros, Higiene pessoal, Comunicações e Técnicas Especiais em área de Selva e Patrulha.

Já na segunda fase (realizada em área considerada escola para operações fluviais e em área de selva, situadas no município de Benfica-PA), foram ministrados adestramentos práticos em Fundamento das Operações Ribeirinhas, Orientação Fluvial, Motores e Manobras com Embarcações e Inspeção Naval.

Participaram do estágio: 41 Soldados Fuzileiros Navais recém-formados no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), além de Oficiais do Quadro Complementar de Fuzileiros Navais (recém apresentados do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC).

Fonte | Fotos: ccsm