News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Monday, 17 de June de 2024
Home » Marinha » Marinha do Brasil participa da criação da Escola de Desminagem Humanitária da Colômbia

Marinha do Brasil participa da criação da Escola de Desminagem Humanitária da Colômbia

Marinha
Por

Militares de Brasil e Colômbia

Militares da Marinha do Brasil (MB) participam da criação da Escola de Desminagem Humanitária da Colômbia e da formação dos militares que comporão os Pelotões da Infantería de Marina.

O Capitão-de-Corveta (FN) Wagner Fernandes Dias e o Capitão-Tenente (FN) Michel Silva Camelo se apresentaram na Base de Entrenamiento de Infantería de Marina, em Coveñas. Por solicitação da Armada da República da Colômbia (ARC), os oficiais da MB farão parte do Corpo de Instrutores do Centro Internacional de Entrenamiento Anfibio (CIEAN).

Fachada_EFIM

O grupo que será preparado pelos dois Fuzileiros ficará responsável por realizar a desminagem humanitária em território colombiano. Esta é a primeira vez que o CIEAN recebe estrangeiros em seu corpo de instrutores regulares. A iniciativa permitirá à ARC participar ativamente, junto do Exército e da ONG “The Halo Trust”, do Programa Presidencial de Ação Integral contra Minas Anti-Pessoal.

Por anos, a Colômbia ocupa os primeiros lugares do mundo em vítimas de minas anti-pessoais e artefatos explosivos. De 1990 até 2014, foram 11.006 vítimas, das quais, 2.205 foram fatais e 6.787 de membros da Força Pública.

desminagem02

Fonte | Fotos: ccsm