News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Thursday, 20 de June de 2024
Home » Marinha » Rebocador de Alto-Mar “Tridente” apoia o Submarino Francês “Améthyste”

Rebocador de Alto-Mar “Tridente” apoia o Submarino Francês “Améthyste”

Marinha
Por

RbAM “Tridente”

No dia 21 de julho, durante os eventos que celebraram a semana de comemoração do Centenário da Força de Submarinos, o Rebocador de Alto-Mar (RbAM) “Tridente” apoiou o Submarino “Améthyste”, da Marinha Nacional da França (MNF), para que fosse recolhido o arranjo de hidrofones rebocado (Towed Array) que mede cerca de 500 metros de comprimento, nas proximidades das Ilhas Pai e Mãe, no litoral do Rio de Janeiro.

Nessa ocasião, militares da Marinha Francesa embarcaram no RbAM “Tridente” e, diretamente, do Submarino “Améthyste” foram conduzir o recolhimento do equipamento, com auxílio da tripulação brasileira.

Ressalta-se nesse caso a condição de prontidão do navio, uma vez que essa tarefa deveria ser conduzida pelo próprio submarino, o que não foi possível pelo estado do mar, sendo necessário o apoio prestado pelo Rebocador.

RbAM “Tridente”2

Outro fator positivo observado foi a oportunidade de realizar uma operação conjunta de militares da Marinha do Brasil (MB) e da Marinha Nacional Francesa (MNF) na realização de uma tarefa específica atinente ao recolhimento de um equipamento não utilizado pelos submarinos da MB.

O navio seguiu para a área de espera ao encontro com o Submarino “Dallas”, da Marinha dos Estados Unidos da América, quando então realizou a escolta do mesmo até a entrada da Baía de Guanabara, sua atracação na Base Naval do Rio de Janeiro.

A participação do RbAM “Tridente” nesse tipo de missão serve para corroborar a atual importância do meio no âmbito do Comando do 1º Distrito Naval e para a MB, em função da versatilidade de emprego demonstrada, comprovada pelas tarefas supracitadas.

T057-f11 T057-f17

Fonte | Fotos: ccsm