• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Ministério da Defesa

ABIMDE espera um aumento das exportações das Indústrias de Defesa em 2014

Por Anderson Gabino      |     03/09/2014 às 10:25

bid_01

O Brasil poderá exportar, este ano, cerca de US$ 2,8 bilhões em produtos de defesa. A estimativa, baseada em estudos da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), foi anunciada na tarde desta terça-feira (2) pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, durante a abertura da III Mostra BID-Brasil, realizada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF). O evento reúne as maiores empresas nacionais do setor, e tem o objetivo de mostrar a capacidade da área a adidos militares estrangeiros, organizações e empresários.

O desempenho da balança comercial em 2014 para o segmento deverá ter incremento de 8% em relação ao ano anterior, segundo dados da ABIMDE – organizadora da mostra, juntamente com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com apoio institucional do Ministério da Defesa.

Celso Amorim destacou também a elevação no número de instituições participantes da feira. Houve acréscimo de 20%, com 84 empresas expositoras, “sendo que 30 delas são estratégicas de defesa”, afirmou. “Elas são fundamentais para o desenvolvimento da tecnologia brasileira. Há, inclusive, entidades que estão elaborando patentes para as Forças Armadas”, completou.

Além disso, o ministro enfatizou a cooperação do Brasil com nações amigas, como é o caso da fabricação de submarinos com a França, dos caças Gripen NG com a Suécia e do míssil ar-ar A-Darter com a África do Sul.

Para o diretor de negócios da Apex, Ricardo Santana, o evento traz em seu DNA a inovação. “Outros setores deveriam conhecer o que temos aqui em tecnologia”, disse. Já o presidente da ABIMDE, Sami Youssef Hassuani, ressaltou que a feira “apresenta as empresas que ajudam a desenvolver diuturnamente as nossas Forças Armadas”.

bid_02

O ministro esteve acompanhado dos comandantes da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto; do Exército, general Enzo Martins Peri; e da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito; além do chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos De Nardi.

Equipamentos

Durante a abertura da III Mostra BID-Brasil, o diretor-presidente da Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), general Celso José Tiago, entregou ao comandante do Exército uma unidade do primeiro lote do transceptor portátil TPP-1400.

O equipamento separa os ruídos gerados pelo ambiente de operação de sons que devem ser transmitidos por rádio. A característica é importante para manter o usuário da tecnologia com as mãos livres e permite a comunicação em situações barulhentas.

Entre as especificações estão dimensões e peso reduzidos, bateria descartável ou recarregável, GPS integrado, porta USB e possibilidade de acoplagem em capacetes e máscaras auriculares. O MInistro Celso Amorim percorreu a exposição e viu de perto alguns dos projetos prioritários das Forças, como o lançador de foguetes Astros 2020, o blindado Guarani e o míssil Ar-Darter.

, , , , ,

Recomendados para você

Comentários

GALERIA

Base Aérea de Santa Cruz abre suas portas em evento festivo

“Portões Abertos 2015” do Museu Aeroespacial

Voando com o Esquadrão Adelphi




©Copyright 2017 - Comandos Editorial. Todos os direitos reservados.

É expressamente proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, sendo os infratores indiciados com base na Lei nº 9.610 de 19/02/1998.

Operacional Magazine: proud to be Brazilian.