News

Forças Armadas e sociedade civil transportam 3,6 mil toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul na maior campanha humanitária já registrada no país

Embraer e FAB colaboram com logística e doações para o Rio Grande do Sul

P-3AM Orion faz primeiro voo com novas asas

ABIMDE coordenou empresas brasileiras na Defence Service Asia 2024

KC-390 Millennium transporta Hospital de Campanha da FAB para Canoas

Hospital de Campanha da Marinha inicia atendimentos no RS nesta quinta-feira (9)

Exército instala Hospital de Campanha para apoio de saúde à população no Rio Grande do Sul

Monday, 15 de July de 2024
Home » Força Aérea » FAB busca peças de helicóptero no AM; Exército confirma lista de vítimas

FAB busca peças de helicóptero no AM; Exército confirma lista de vítimas

Força Aérea
Por

8 bis

O 8º Batalhão de Infantaria de Selva do Exército divulgou, nesta quinta-feira (4), os nomes dos passageiros que estavam no helicóptero Modelo AS 355, prefixo PR-ADA, que caiu no Amazonas. Na noite da quarta-feira (3), a Força Áerea Brasileira (FAB) confirmou a morte de todos ocupantes.

Um piloto e quatro passageiros embarcaram no helicóptero que prestava serviços para a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e à Casa de Saúde Indígena (Casai). Entre os ocupantes da aeronave, estavam o piloto Alexandre Félix de Souza, a enfermeira Luzia Fernandes Pereira, a acompanhante Marcelânia Souza da Silva, a índia Marubo Marcelina Cruz dos Santos e a índia Tikuna Luciana Guedes do Carmo.

A aeronave desapareceu na sexta-feira (29) durante voo entre os municípios de Atalaia do Norte e Tabatinga, respectivamente a 1.130 e 1.108 km de Manaus.

Buscas

O helicóptero foi localizado após cinco dias de buscas em mata fechada. O trabalho de resgate das vítimas terminou no fim da tarde de quarta-feira (3). Os corpos foram encaminhados ao Hospital de Guarnição de Tabatinga. De acordo com informações da FAB, o trabalho de resgate dos corpos foi realizado por meio de rapel, pois a aeronave enviada ao local não conseguiu pousar na área.

black Hawk FAB.3

Investigação

Na manhã desta quinta, equipes de resgate da Força Área Brasileira, que ajudaram nas buscas por vítimas do acidente, voltaram ao local da tragédia. Os militares recolhem peças da aeronave que devem ser utilizadas na investigação do caso. A FAB não informou quais peças devem ser recolhidas.

Ainda conforme da Força Área, o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Seripa-7) irá investigar as causas do acidente.

Fonte | Fotos: g1