News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Sunday, 14 de April de 2024
Home » Geopolítica » Comércio mundial de armas convencionais cresceu 16% nos últimos cinco anos

Comércio mundial de armas convencionais cresceu 16% nos últimos cinco anos

Diversos
Por

Armas mundial

O Instituto Internacional de Estudos para a Paz, com sede em Estocolmo, divulgou dados sobre o comércio mundial de armas convencionais entre 2010 e 2014 e constatou que os negócios no setor cresceram 16% em relação ao período entre 2005 e 2009.

Segundo o organismo, os EUA se mantiveram como líder mundial, com 31% do mercado internacional, tendo a Rússia logo a seguir, com 27%. No período, porém, os russos apresentaram um aumento nas vendas de 37%, enquanto os norte-americanos registraram 23% de crescimento nas exportações.

O instituto declarou em seu relatório sobre o estudo que o resultado dos EUA tem servido apenas para manter os níveis de produção, uma vez que os gastos militares diminuíram. As exportações norte-americanas continuam tendo como principais mercados a Coreia do Sul e os Emirados Árabes Unidos.

Já a Rússia possui como compradores de mais destaque a China, a Índia e a Argélia. Os chineses, aliás, são os terceiros vendedores mundiais, com 5% do mercado. No entanto, Pequim aumentou o seu volume comercializado em 143% no último período.

FONTE : Sputniknews

Fonte | Fotos: operacional