News

Escoteiro do Rio de Janeiro é condecorado com a Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes

Escoteiros de Irajá participam de troca de guarda do Monumento aos Pracinhas

AECB Brasília realiza homenagem a veteranos da FEB

Militares do Comando Militar do Norte fortalecem o preparo em Operações Aeromóveis

Tropa do Exército Brasileiro se prepara para atividade internacional

Operações Interagências: saiba como é atuação da Marinha com outros órgãos

Condor apresenta tecnologias inteligentes durante a LAAD 2023 e anuncia o primeiro Instituto de Ciência e Tecnologia para não letais da América Latina

Sunday, 03 de March de 2024
Home » Marinha » Grupo de Fiscalização e Recebimento recebe 1ª aeronave Lynx que será modernizada

Grupo de Fiscalização e Recebimento recebe 1ª aeronave Lynx que será modernizada

Marinha
Por

Chegada da primeira aeronave a ser modernizada às instalações da AgustaWestland

O Grupo de Fiscalização e Recebimento de Aeronaves Lynx (GFRLYNX) recebeu visita do Adido de Defesa e Naval no Reino Unido, na Suécia e na Noruega na sede da empresa AgustaWestland LTD (AW), em Yeovil, Reino Unido. O Capitão-de-Mar-e-Guerra Alexander Reis Leite estava acompanhado do seu antecessor, o também Capitão-de-Mar-e-Guerra Denilson Medeiros Nôga.

Uma explanação sobre o andamento do Programa de Modernização das aeronaves AH-11A foi apresentada à Comitiva. Também houve uma visita à Linha de Produção do AW-159 Wildcat e ao local aonde serão conduzidos os serviços atinentes à modernização da primeira aeronave da Marinha do Brasil (MB).

O período coincidiu com a chegada da primeira aeronave a ser modernizada. Após ter sido despachada do Esquadrão HA-1 em 9 de junho e embarcado no Navio Mercante “Gran Congo” em 24 de junho, a aeronave N- 4001 chegou ao porto de Tilbury, em terras Britânicas, no dia 15 de julho e à sede da empresa em 20 de julho. A aeronave será a primeira de oito a serem modernizadas, as quais receberão, na MB, a designação de AH-11B.

O retorno ao Brasil, após a modernização, está previsto para o segundo semestre de 2017. Para a MB, a modernização das AH-11A é mais um passo na revitalização dos meios aeronavais. Os resultados permitirão que a Aviação Naval opere uma aeronave com sensores e equipamentos no estado da arte, representando um salto de qualidade na capacidade da Força.

Fonte | Fotos: ccsm