News

SAFRAN ESTÁ NA FIDAE 2024 COM SEUS PRODUTOS DE PONTA

Embraer e FAB iniciam estudos para plataformas de missões especiais

Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024

Forças Armadas e agências federais destroem helicóptero e detêm piloto em operação contra garimpo ilegal na terra indígena Yanomami

IACIT fortalece presença entre principais marcas globais na FIDAE 2024

Operação Catrimani II: Forças Armadas empregam 800 militares em nova fase de combate ao garimpo na TI Yanomami

Marinha e Polícia Federal apreendem carga de cigarros contrabandeados no litoral do Pará

Thursday, 18 de April de 2024
Home » Marinha » Tropa de Reforço recebe os veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais

Tropa de Reforço recebe os veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais

Marinha
Por

 

Veteranos e convidados reunidos

No dia 17 de maio, a Tropa de Reforço recebeu a visita de 186 representantes da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais, para a tradicional visita cultural ao Centro de Memória da Imigração da Ilha das Flores e ao Museu a Céu Aberto.

Os veteranos e associados, que visitaram a Ilha das Flores neste ano, pertencem às seções regionais de São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Uruguaiana, Natal, Recife, Brasília, Belém e Salvador, e tiveram a oportunidade de, na companhia dos professores e monitores do Comando da Tropa de Reforço e da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, compartilharem conhecimentos, intercambiar informações e tirar dúvidas em relação à história da imigração e de movimentos migratórios no Brasil, que tiveram como destino a hospedaria da Ilha das Flores, em um período compreendido entre os anos de 1883 a 1966.

Essa parceria entre a Marinha do Brasil e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) foi firmada em 2010, tendo como objeto o registro histórico dos movimentos de estrangeiros para o Brasil, no contexto da imigração na América do Sul. O Centro de Memória da Ilha das Flores foi inaugurado em 2012. Desde então, a Ilha das Flores recebe, em média, a visita de 1.500 pessoas por ano.

Fonte | Fotos: ccsm